Vacina contra Covid-19 em SP: o que sabemos até agora

A vacina que será utilizada para imunizar a população contra Covid-19 em SP é a CoronaVac

Em meio a uma queda de braço com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), o governador de São Paulo, João Dória (PSDB), se antecipou ao Governo Federal e anunciou na última segunda-feira, 7, um Plano Estadual de Imunização (PEI) que prevê o início da vacinação contra Covid-19 em SP no dia 25 de janeiro de 2021. A vacina utilizada pelo governo paulista será a CoronaVac, que no Brasil é produzida pelo Instituto Butantã em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

A notícia empolgou os paulistas e moradores de outros estados, que comemoraram ativamente na internet, mas também gerou muitas dúvidas. E para tentar elucidar algumas questões, separamos algumas explicações sobre a vacinação contra Covid-19 em SP.

Vacina contra Covid-19 em SP na 1° fase

A primeira fase da vacinação contra Covid-19 em SP, que se inicia em 25 de janeiro e termina em 22 de março do mesmo ano, não é destinada para todos. Os que serão vacinados nesta etapa integram o chamado grupo prioritário, composto por profissionais da saúde, idosos, indígenas e quilombolas que, juntos, somam 9 milhões de pessoas. 

Segundo o governo paulista, eles foram colocados à frente porque representam 77% das mortes por coronavírus no estado. A imunização vai acontecer com a aplicação de duas doses, em um intervalo de tempo de 21 dias, conforme o cronograma abaixo:

  • Trabalhadores de saúde, indígenas e quilombolas: 1° dose em 25 de janeiro e a 2° em 15 de fevereiro; 
  • Pessoas com 75 anos ou mais: 1° dose em 8 de fevereiro e 2° em 1 de março;
  • 70 a 74 anos: 1° dose em 15 de fevereiro e 8 de março;
  • 65 a 69 anos: 22 de fevereiro a 15 de março;
  • 60 a 64 anos: 1 de março a 22 de março. 

Os que não se encaixam nos requisitos para receber a dose na primeira etapa, serão vacinados depois. No entanto, a data exata ainda não foi informada pelo governo de São Paulo.

Quem é de outro estado poderá tomar a vacina contra Covid-19 em SP?

O governo de São Paulo informou que não vai barrar a vacinação para pessoas de outros estados. Quem mora em outro estado, mas estiver em solo paulista no período em que estiver acontecendo a vacinação contra a Covid-19 em SP, poderá se vacinado, desde que se enquadre nos requisitos de quem irá receber as doses na primeira etapa. 

Brasil investiga 1°caso de fungo fatal super-resistente a medicamentos

Locais onde serão aplicadas as doses

O Governo ainda anunciou que para iniciar a vacinação contra a Covid-19 em SP será feita uma parceria com os 645 municípios paulistas para ampliar de 5.200 para 10 mil postos de vacinação. Além das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), os possíveis locais onde serão aplicadas as vacinas são: 

  • Escolas;
  • Estações de trem e terminais de ônibus 
  • Farmácias credenciadas; 
  • Sistema drive-thru 

O horário de vacinação contra Covid-19 em SP acontecerá de segunda a sexta-feira, das 07h às 22h. Sábados, domingos e feriados, das 07h às 17h. Há, porém, a possibilidade de estender o período até às 22h, caso seja necessário. 

Vacina espera aprovação da Anvisa

O governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira, 10, que a CoronaVac começou a ser produzida pelo Instituto Butantã. Apesar disto, o imunizante ainda precisa ser aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que fiscaliza e regulamenta as vacinas no Brasil.  A vacina  só poderá ser aplicada contra a Covid-19 em SP com a autorização do órgão, mas o governo paulista acredita que consegue a aprovação antes do início da vacinação em massa. 

A CoronaVac está na terceira e última  fase de testes e os resultados do estudo devem ser enviados à agência até o dia 15 de dezembro. Além de ter que enviar o documento, o Instituto Butantã ainda terá que responder um relatório enviado pela própria Anvisa sobre a inspeção feita no laboratório chinês Sinovac. Só depois destas duas etapas, o governo de São Paulo saberá se terá ou não a aprovação do órgão para aplicar a vacina contra Covid-19 em SP.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.