Veja quem pode ou não tomar a vacina contra Covid-19

Ainda não há totalmente um consenso sobre quem não pode tomar, mas, sobre o que já se sabe sobre as vacinas, é possível fazer algumas recomendações

Os planos da vacina contra Covid-19 já começaram a ganhar esboço. O Governo Federal lançou nos últimos dias o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, documento que detalha as estratégias de imunização contra a doença, bem como explica qual o público alvo que vai tomar a dose na primeira etapa. 

Além dele, o Governo do Estado de São Paulo também lançou individualmente suas ações da vacina contra a Covid-19, que estão contidas no Plano Estadual de Imunização, o (PEI). Assim como no documento federal, o plano paulista também traz diversas informações sobre a vacinação no estado, como a data de início, o público alvo e a logística de transporte.

Plano SP: mudança permite volta às aulas mesmo com piora na pandemia

O que se sabe sobre quem pode tomar a vacina?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Apesar das informações nos dos planos, ainda surgem muitas dúvidas sobre quem pode ou não tomar a vacina, fato que ambos os documentos não explicam. E, mesmo com todos os testes que já foram feitos, esta ainda não é uma questão com resposta incerta. Até agora, o que se pode dizer é que a vacina contra Covid-19 ainda não é recomendada para menores de 18 anos, uma vez que pessoas com faixa etária menor não participaram do estudo.

Mas, além delas, a vacina não é recomendada para quem mais? Especialistas ouvidos pela Folha de São Paulo deram detalhes sobre o que se sabe sobre a recomendação ou não da vacina contra Covid-19.

Segundo Flávio Guimarães da Fonseca, virologista do Centro de Tecnologia de Vacinas (CT vacinas) e pesquisador do departamento de microbiologia da Universidade Federal de Minas Gerais, disse que o primeiro passo para quem tem dúvida é procurar um profissional da Saúde.

“Se você tem qualquer dúvida sobre se alguma condição de saúde que você tem vai ou não atrapalhar a imunização, procure um médico. Assim, cada caso pode ser avaliado com cuidado”, disse o especialista. 

No entanto, ainda assim, é possível fazer algumas recomendações dentro do que já se sabe das vacinas. Veja:

Pessoas alérgicas podem tomar a vacina contra Covid-19?

Sim, pessoas alérgicas podem tomar qualquer tipo de vacina, segundo afirma a Ana Karolina Barreto Marinho, coordenadora do Departamento Científico de Imunização da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai). 

Segundo explica, até para a vacina Pfizer/BioNTech é destinada a pessoas que tem alergia,  sendo restrita para apenas para quem tem histórico de reações alérgicas graves, como as que já tiveram reação a outra vacina ou que tem alergia a algum componente do imunizante contra o coronavírus, que deve vir com uma bola indicando. 

Pessoas que já foram infectas devem tomar vacina contra Covid-19

As pessoas que já foram infectadas também devem receber a vacina contra Covid-19, conforme explica Karen Morejon, consultora da Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI). “Não sabemos se o sistema imunológico já está protegido ou não”, relata. Ela também lembra que a Pfizer, que já é aplicada no EUA e no Reino Unido, também é recomendada a quem já foi contaminado. 

Pessoas com sintomas, mas sem diagnósticos, não devem tomar a vacina 

Segundo ainda explica Marinho à Folha, “o corpo pode já estar lutando contra uma infecção”, por isso, a vacina contra Covid-19 não é recomendada para quem já apresenta sintomas, como febre, por exemplo.  Com os sintomas, o efeito da vacina pode ser diferente do verificado nos testes. 

Pessoas em tratamento de câncer ou outras doenças 

Pessoas em tratamento de câncer, como radioterapia ou quimioterapia, não devem se vacinar. Isso porque, ainda de acordo com Marinho, “a doença está ativa e o tratamento debilita o sistema imunológico, então ela não deve tomar nenhuma vacina. Não é nem mesmo algo específico para a Covid-19.” Pessoas transplantadas também não devem tomar o imunizante porque os remédios que tomam após o procedimento alteram o sistema de defesa. 

Já pessoas com HIV podem tomar a vacina contra Covid-19 sem problema. Os coquetéis usados no tratamento fazem com que a pessoa tenha o sistema imunológico normal, diz a especialista. 

Crianças com comorbidades podem tomar vacina contra Covid-19?

Esta ainda não é uma questão definida, mas segundo Marinho, as crianças, mesmo as com comorbidades, que integram o grupo de risco, não devem ser vacinadas. Fonseca, da CT vacinas, ainda afirma que a recomendação sobre a questão deve partir do Ministério da Saúde. 

“O Ministério da Saúde deveria orientar sobre essa questão, porque cada um pode ter uma interpretação. Ao meu ver, as crianças com comorbidades deveriam ser vacinadas. Mas o plano de imunização tem uma lacuna nesse ponto. Eles precisam indicar uma posição geral para o país”, diz. 

Pessoas com deficiência físicas ou mentais

Sim, pessoas com deficiência que não afetam o sistema imunológico podem tomar a vacina contra a Covid-19 normalmente, diz Morejon. “Acredito que há uma confusão nesse ponto, porque a imunodeficiência é a única para a qual temos provas científicas de que altera os efeitos de uma vacina. De resto, todas as pessoas, não importa qual a situação física ou mental, podem ser vacinadas”, explica a consultora do SBI.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes