Redação do Enem: veja os 10 últimos temas para se preparar

Tá preocupado com a redação do Enem? Confira o que já foi tema nas últimas 10 edições da prova avaliativa para ingressar numa faculdade e se prepare!

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o Enem 2020 terá dois formatos de provas: a presencial e a digital.  Em ambas, uma das maiores preocupações de quem vai fazer a prova é a redação do Enem, pois ela vale 1.000 pontos sozinha.

A prova impressa/presencial será realizada nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021 para 5,7 milhões de candidatos e a prova digital será nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro para 96 mil inscritos. Pensando em clarear as informações dos candidatos, o jornal DCI separou os últimos 10 temas de redação do Enem. Confira!

Veja o horário de abertura dos portões

2010 – O trabalho na construção da dignidade humana

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O tema da redação do Enem 2010 da prova oficial foi “O trabalho na construção da dignidade humana”, que teve, como texto de apoio, a questão do trabalho escravo.

Para complementar a apresentação do tema, um texto apresentou uma previsão de como será o trabalho no futuro.

Nesta edição houve uma outra prova, aplicada somente para alguns candidatos, teve a proposta de redação “Ajuda humanitária”. Um dos textos abordava a ajuda às vítimas da chuva no Nordeste. O outro apresentava o papel da internet depois do terremoto no Haiti para ajudar as vítimas.

2011 – Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado

A proposta de redação do Enem 2011 trazia para discussão, questões a privacidade nas redes sociais. O que deve ou não ser compartilhado? Quais são os limites que os usuários devem ter?

O textos de apoio também mostravam como as pessoas estão conectadas por grandes períodos de tempo. Na prova, uma tirinha mostrava o monitoramento constante de uma pessoa, o que fazia o estudante pensar nesse contexto. Ele precisava ainda, analisar a questão dos limites entre e o público e o privado de forma crítica. Era preciso elaborar também, argumentos para defender seu ponto de vista, que podia ser embasado em temas e fatos da atualidade.

2012 – O movimento imigratório para o Brasil no século XXI

A proposta de redação do Enem 2012 exigia conhecimento de atualidades. O texto de apoio da prova, trazia uma reflexão sobre a imigração de haitianos para o Acre e sobre a influência dos imigrantes nos hábitos nacionais. Respaldado pelos direitos humanos, o candidato devia construir uma proposta de intervenção no texto dissertativo-argumentativo.

2013 – Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

A redação do Enem 2013 trouxe quatro informações para servir como base para o candidato redigir a redação. Tinha também, duas imagens e dois textos que davam embasamento para a dissertação.

Uma das imagens ilustrava uma campanha do governo federal, que pedia para que as pessoas não dirigissem após beber. Outra apresentou infográficos com dados de uma pesquisa sobre os efeitos da campanha na percepção de todos.

Os textos listavam dados sobre os efeitos da bebida no trânsito e um exemplo de como os bares se adaptaram à nova lei. O candidato precisava avaliar os impactos dessa lei no Brasil. Ele podia propor melhorias e argumentar para defender seu ponto de vista.

2014 – Publicidade infantil em questão no Brasil

Mais uma vez o tema Direitos Humanos esteve em alta na redação do Enem. O assunto entrou em um tema mais amplo, que englobava comunicação e seus limites. Envolveu, ainda, a liberdade de expressão e a proteção às crianças.

O candidato precisaria, então, pensar em formas de barrar a exposição excessiva de crianças. Ao entender qual seria sua abordagem, deveria, então, desenvolver argumentos para sustentá-la.

2015 – A persistência da violência contra a mulher no Brasil

Um tema bastante atual foi abordado na redação do Enem 2015. Ao contrário de outras edições, naquele ano só havia um tipo de posicionamento: contra. O candidato tinha que encontrar formar de argumentar sobre formas de combate à violência contra mulher. Havia dados apresentados na prova que ele podia usar como base, porém, podia trazer dados atuais e acontecimentos nacionais/mundiais para sustentar a argumentação.

2016 – Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil

A redação do Enem 2016 trouxe um tema bastante pertinente, que ia além de políticas públicas: ‘Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil’. Nesta dissertação, os candidatos precisavam mostrar domínio da cultura geral. Ele precisava defender e argumentar que o conflito religioso não tem origem só na religião, mas também em aspectos econômicos.

2017 – Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil

A inclusão social foi a base da redação do Enem 2017. Com quatro textos motivadores, a prova trouxe dados sobre o número de alunos surdos na educação básica entre 2010 e 2016. Houve ainda, textos sobre um trecho da Constituição Federal afirmando que todos têm direito à educação e uma lei determinando que a Língua brasileira de sinais (Libras) se tornasse a segunda língua oficial do Brasil.

O candidato devia focar na inclusão e desenvolver propostas para combater o preconceito e até segregação muitas vezes sofridos pelos surdos, eram essenciais nessa redação.

2018 – Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet

A redação do Enem 2018 foi sobre atualidades e mundo virtual, algo que o candidato do século 21 está bem habituado. Com gráfico e textos extraídos de reportagens, o candidato tinha que escrever sobre a ‘Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet’.

A dica da época era o candidato adotar um ponto de vista claro e utilizar argumentos fortes para sustentar seu ponto de vista.

2019 – Democratização do acesso ao cinema no Brasil

O tema da redação do Enem 2019 permitia ao candidato uma reflexão sobre arte e cultura e lazer. Ele podia explorar o acesso da população em geral ao cinema e a distribuição irregular desses serviços.

A proposta podia também, incorporar direitos humanos no texto argumentativo. Os valores dos ingressos também poderiam ser abordados para embasar um ponto de vista do candidato.

Estudar edições anteriores é fundamental para a construção do seu texto. Tudo isso somado a conhecimentos atuais, direitos humanos e meio ambiente colabora na produção do seu texto. Lembre-se: coerência na argumentação é fundamental para uma excelente redação do Enem.

Leia mais:

Veja 10 dicas para não zerar a redação Enem 2020

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes