Fies 2020: saiba como conseguir o financiamento

Fies 2020 (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa criado pelo Ministério da Educação (MEC) que oferece financiamento estudantil aos estudantes de cursos de graduação de instituições privadas cadastrados no sistema.

A ideia de poder financiar a faculdade parece ser muito viável, então, quem deseja conseguir o Fies 2020  para começar uma graduação deve ficar atento. As inscrições para o segundo semestre do programa começam dia 28 de julho e seguem até dia 31 de julho. O resultado será divulgado no dia 4 de agosto. Pelo cronograma, o período para complementação da inscrição dos candidatos pré-selecionados será do dia 4 até 6 de agosto.

Mas você sabe como funciona o programa? A seguir, entenda como obter o financiamento e as regras.

Como funciona o Fies 2020?

O Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) é um programa criado pelo Ministério da Educação (MEC) que oferece financiamento estudantil aos estudantes de cursos de graduação de instituições privadas cadastrados no sistema. O objetivo é facilitar o acesso de jovens de baixa renda à educação superior.

O valor do financiamento depende da renda do candidato. Veja o exemplo: Se o candidato tiver direito a 50% do financiamento e a mensalidade for de R$ 900, ele terá que pagar R$ 450 por mês e o restante será pago somente após o curso, com juros e/ou correção da inflação.

Durante o curso, o estudante também deve pagar mensalmente, além do valor que não foi financiado, o seguro de vida e a taxa com os gastos operacionais do programa.

Quem pode participar?

Podem participar do Fies 2020 candidatos que tenham realizado a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e obtido uma pontuação mínima de 450 pontos, além de não ter zerado a redação. O curso da instituição de ensino para qual o candidato pretende obter o financiamento deve ter uma avaliação positiva pelo Ministério da Educação (MEC). Também há os critérios socioeconômicos para cada uma das categorias do programa. No caso da modalidade Fies (ou modalidade I) os estudantes têm que ter uma renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos, já para a modalidade P-Fies os estudantes devem ter renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

Quem não pode solicitar o Fies 2020?

É vedada a inscrição no Fies 2020 a estudante: cuja matrícula acadêmica esteja em situação de trancamento geral de disciplinas no momento da inscrição; que já tenha sido beneficiado com financiamento do Fies; inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC); cujo percentual de comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita seja inferior a 20% (vinte por cento); cuja renda familiar mensal bruta seja superior a 20 (vinte) salários mínimos.

Como se inscrever no Fies 2020?

fies 2020

Para se inscrever no Fies 2020 é necessário acessar o site do Sistema Informatizado do Fies e realizar quatro etapas que incluem desde o preenchimento dos dados pessoais do estudante, validação das informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) até a contratação do financiamento no banco. Preparamos um passo a passo de como realizar as inscrições para concorrer ao auxílio do Fies.

1º Passo: Inscrição no SisFies

O primeiro passo para efetuar a inscrição é acessar o SisFIES e informar os dados solicitados. No primeiro acesso, o estudante informará seu número de Cadastro de Pessoa Física (CPF), data de nascimento, endereço de e-mail e cadastrará uma senha que será utilizada sempre que o estudante acessar o sistema.

Então, logo após informar os dados solicitados, o estudante receberá uma mensagem no e-mail informado para validação do cadastro. A partir daí, o estudante acessará o SisFIES e fará sua inscrição informando seus dados pessoais, do seu curso e instituição e as informações sobre o financiamento solicitado.

2º Passo: Validação das informações

Após concluir sua inscrição no SisFies, o estudante deverá validar suas informações em sua instituição de ensino em até 10 dias.

3º Passo: Contratação do financiamento

Então, após a validação das informações, e de posse do Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), o estudante deverá comparecer ao Agente Financeiro do FIES em até 10 (dez) dias, contados a partir do terceiro dia útil imediatamente subseqüente à data da validação da inscrição pela CPSA, para formalizar a contratação do financiamento.

A contratação do financiamento deverá ocorrer em agência bancária do Agente Financeiro credenciado pelo FIES, sediada no mesmo domicílio residencial ou acadêmico do estudante. No entanto, caso não tenha uma  agência bancária na cidade do domicílio, é permitida a contratação do financiamento em agência bancária em outra cidade.

Assim sendo, o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal são os atuais Agentes Financeiros do Programa.

Precisa de fiador para o Fies 2020?

Já para contratação do financiamento é exigida a apresentação de fiador. Entretanto, existem dois tipos de fiança: a fiança convencional e a fiança solidária.

De acordo com o governo, ficam dispensados da exigência de fiador os alunos bolsistas parciais do ProUni e os alunos matriculados em cursos de licenciatura. Como também os alunos que tenham renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio e que tenham optado pelo Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo.

Informar Erro
Através da Sistema Informatizado do Fies

- continue lendo -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes