Impact Hub São Paulo capta R$ 1,1 milhão e visa triplicar espaço

Unidade paulista de rede de co-working recebe aporte e planeja triplicar espaço para atender mais pessoas e ampliar o faturamento.

SÃO PAULO – Criar um ambiente para que empreendedores se conectem e tenham um espaço para trabalhar. Essa foi a ideia de um grupo de amigos que se tornou realidade em Londres, em 2005. De lá para cá o Impact Hub se tornou uma rede global de co-working, com ramificações em vários países administradas por sócios locais. Em 2007, Henrique Bussacos e Pablo Handl trouxeram a ideia para o Brasil, com uma unidade em São Paulo. Neste mês, a dupla conseguiu captar R$ 1,1 milhão para ampliar o espaço.  Bussacos acredita que o crescimento após o aporte será alto. “Além de triplicar a área, queremos atingir a marca de 1.500 membros e 400 co-workers“, afirma. Isso elevaria o faturamento atual de R$ 1,5 milhão para R$ 4 milhões.

Hoje, há 100 pessoas trabalhando nos 550 metros quadrados da Rua Bela Cintra, região central de São Paulo. Na capital paulista também há uma unidade na Vila Madalena, na zona oeste, focada em eventos. Além desses empreendedores, há 300 membros que usam a rede para se conectar com startups, participar de eventos e firmar parcerias. A maior parte do investimento captado, R$ 600 mil, foi obtida por meio do Broota, site de financiamento coletivo por meio de participação no capital de empresas (equity crowdfunding). E foi justamente no Impact Hub SP que Frederico Rizzo, fundador da Brota, se instalou há um ano, quando criou a plataforma. “Ele trabalhou a ideia aqui, buscou parceiros e só saiu depois de vários meses, quando precisou de um espaço maior”, explica Bussacos.

Espaço maior e mais privado

Espaço de co-workCom a ampliação do Hub paulista, esse problema será solucionado. As empresas que queiram estar nesse ecossistema empreendedor, mas buscam um espaço maior e mais privado, poderão alugar uma sala que comporta até 20 pessoas no mesmo ambiente. Segundo Bussacos, algumas aceleradoras já demonstraram interesse em se instalar no local, depois que a reforma for concluída. Apesar de serem padronizados, há dezenas de espaços semelhantes sob a marca Hub espalhados pelo mundo e cada um tem um sócio diferente. “Cada Hub local é sócio do global”, diz Bussacos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Atualmente, a rede tem mais de 11 mil membros e está presente em 48 países. O valor para se instalar no local não é fixo. O contrato varia de acordo com o tempo que o empreendedor ou sua equipe utilizam o local para trabalhar, além do espaço de que necessitam. Outra unidade do Hub que recebeu aporte, também no Broota, foi a de Florianópolis. O espaço, inaugurado no fim de abril, abriga hoje cerca de 90 empreendedores e tem 200 membros. No Brasil, há unidades do Impact Hubs nas cidades de São Paulo, Curitiba, Belo Horizonte, Recife, Florianópolis e Manaus.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes