Clubhouse para negócios: descubra como usar a rede para negócios

Confira algumas ideias para utilizar o Clubhouse para negócios na estratégia digital da sua empresa.

As redes sociais são ótimas ferramentas para divulgar os produtos e serviços das empresas. Através delas, as marcas podem se aproximar dos seus clientes, desenvolver conteúdos interessantes para eles e promover lançamentos. Por isso, descubra aqui o potencial do Clubhouse para negócios e como se beneficiar dele.

O aplicativo já existe desde o início de 2020, porém vem ganhando destaque esse ano por conta da divulgação através de artistas e influenciadores digitais. Ele permite criar salas com determinados assuntos e enviar mensagens em formato de áudio. Sem dúvidas, o Clubhouse é divertido e abre várias possibilidades de comunicação entre as marcas e seus clientes.

Mas porque ele está fazendo tanto sucesso, mesmo tendo pouco tempo de existência? Se você possui uma empresa, descubra como as marcas têm utilizado a ferramenta para se comunicar com seu público.

 

Clubhouse para negócios: como tudo começou

O aplicativo surgiu com o objetivo de possibilitar uma melhor comunicação entre as pessoas. Inicialmente, alguns curiosos baixaram o Clubhouse para conhecê-lo e em pouco tempo, influenciadores digitais e outras personalidades da internet também se interessaram.

Sem dúvidas, o fato de existirem pessoas famosas e marcas conhecidas do outro lado, aumenta a curiosidade das pessoas. Ou seja, através do Clubhouse para negócios é possível reduzir as barreiras, antes intransponíveis, entre empresa e consumidor.

Clubhouse para negócios: descubra como usar a rede para negócios
Reprodução / neofeed

Aliás, o interessante é que as pessoas podem consumir os conteúdos da plataforma enquanto praticam outras atividades. É como se estivessem ouvindo um podcast ao mesmo tempo em que arrumam a casa ou estão na academia. Outro destaque é que, por ser em formato de áudio, a rede não exige que o usuário apareça, trazendo mais conforto e segurança para ele.

Mas, mesmo se tornando conhecido em pouco tempo, o aplicativo ainda não é tão democrático assim. Além dos assuntos debatidos nas salas ficarem restritos a comunicação e tecnologia, a rede social só pode ser baixada em celulares com sistema iOS.

 

Como utilizar o Clubhouse para negócios

Já falamos sobre o potencial do Clubhouse para negócios, mas talvez você ainda esteja em dúvidas sobre como colocar suas ideias em prática. As marcas podem se beneficiar ao prestar um serviço ou entreter seu público.

Uma ideia genial é realizar o atendimento ao consumidor, esclarecendo as suas dúvidas em tempo real. Além disso, as marcas podem realizar encontros sobre sustentabilidade e negócios, entre outras coisas.

Clubhouse para negócios: descubra como usar a rede para negócios
Reprodução / cashify

Sem dúvidas, o custo para implementação será baixo, as possibilidades de proximidade com o cliente serão grandes e os consumidores certamente vão amar a novidade. O Clubhouse para negócios tem o poder de distrair, divertir e criar conexões entre os consumidores. Você poderá compartilhar experiências e explorar ao máximo a comunicação da marca.

 

Exemplos de marcas que estão utilizando o Clubhouse para negócios

Confira a seguir algumas marcas que já iniciaram sua comunicação com o público, utilizando o Clubhouse para negócios.

Nescau promove o “Sports Talk”

A Nestlé promoveu um bate-papo através do Nescau, uma de suas marcas. O objetivo era tirar as dúvidas dos consumidores e promover a conexão entre os consumidores.

Segundo a empresa, outros encontros assim serão realizados, com o foco de interagir e abrir diálogos importantes entre os clientes. Sendo assim, a plataforma virou um espaço de interação, onde as pessoas podem discutir e emitir suas opiniões.

Audi promove a discussão sobre “A Era dos Carros Elétricos”

A montadora Audi também aproveitou o momento para realizar salas de debates no aplicativo. Segundo a empresa, apesar do seu público ser nichado, há um grande potencial da ferramenta ser um sucesso entre essas pessoas.

Além disso, não é necessário solicitar a aprovação da sede na Alemanha, ou seja, o Brasil possui uma autonomia grande. Por fim, o objetivo não é ser um espaço comercial, mas sim, levantar discussões importantes dentro desse nicho.

Gostou dessa matéria? Então descubra também como criar uma conta no aplicativo e como funcionam os convites para ter acesso ao Clubhouse.

 

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.