Kim Kardashian dá festa “humilde” em ilha particular e é criticada no Twitter

Kim Kardashian dá festa “humilde” em uma ilha particular para comemorar seu aniversário. Porém, é duramente criticada nas redes sociais por ser “insensível” a real situação que o mundo está enfrentando com a pandemia.

Kim Kardashian dá festa “humilde” em uma ilha particular com um grande grupo de familiares e amigos para comemorar seu aniversário.

Contudo, a internet não perdoou e a acusaram de ser um pouco alienada sobre a situação atual do planeta em meio a pandemia.

De acordo com Kim, a viagem seguiu “duas semanas de vários exames de saúde e pedindo a todos para ficar em quarentena”.

Postando fotos do evento no Twitter, Kardashian disse que humildemente se lembrou dos privilégios da sua vida.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Enquanto alguns fãs elogiaram sua franqueza, outros disseram que a viagem foi “insensível” para famílias  que não podem estar juntas nesse momento.

“Isso é tão grotesco”, respondeu um usuário . “Os ricos podem fingir que são normais em uma ilha particular. Pessoas normais de verdade estão cancelando o Dia de Ação de Graças e o Natal”.

O músico britânico Peter Frampton também respondeu, dizendo: “Você é tão insensível que não percebe que isso não é o que a maioria das pessoas durante o pior pico de covid ainda quer ouvir? As pessoas estão indo para bancos de alimentos, não para ilhas privadas”.

 

Kim Kardashian dá festa “humilde”

O coronavírus matou mais de 1,1 milhão de pessoas e causou a devastação econômica em todo o mundo.

Nos EUA um número recorde de pessoas reivindicou seguro-desemprego este ano como resultado da perda de empregos devido à pandemia.

Contudo, Kardashian reconheceu o impacto da doença ao postar fotos de sua fuga em uma ilha tropical.

De acordo com Kim, “Antes da covid-19, acho que nenhum de nós realmente apreciava o luxo simples que era poder viajar e estar com a família e amigos em um ambiente seguro”.

“Depois de duas semanas de vários exames de saúde e pedindo a todos que ficassem em quarentena, surpreendi meu círculo íntimo mais próximo com uma viagem a uma ilha particular onde podíamos fingir que as coisas estavam normais apenas por um breve momento”.

“Dançamos, andamos de bicicleta, nadamos perto das baleias, andamos de caiaque, assistimos um filme na praia e muito mais. Percebo que, para a maioria das pessoas, isso é algo que está muito fora de alcance agora. Então, em momentos como este, sou humildemente lembrada de como minha vida é privilegiada”, disse ela.

Informar Erro
Fonte BBC

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes