Ex-BBB: vencedor da 5ª edição, Jean Willys hoje vive na Alemanha

O ex-deputado federal foi o primeiro vencedor a levar para casa o prêmio de R$1 milhão. Apesar da participação no programa, Jean Wyllys ganhou projeção por sua atuação na política e luta pelos LGBTs.

O ex-BBB Jean Wyllys é um dos nomes que mais ganharam destaque mesmo após o fim do reality. Vencedor da 5ª edição, Jean entrou para a políita cinco anos após o término do programa e hoje vive na Alemanha após sofrer ameaças de morte.

Ex-BBB nunca revelou o que fez com o prêmio

Jean Wyllys é um daqueles participantes inesquecíveis, e não só pela carreira que trilhou após o fim do BBB 5, mas por toda sua trajetória no reality. No confinamento, Jean se aliou a outros participantes com forte popularidade aqui fora: Grazi Massafera, Tatiane Pink e Sammy, todos ex-BBBs que chegaram até a reta final.

O ex-BBB foi o primeiro participante a faturar o prêmio de R$1 milhão – nas edições anteriores, os vencedores levavam R$500 mil – mas nunca revelou qual foi o destino do dinheiro conquistado com 55% dos votos do público.

Nas prestação de contas ao TRE durante as eleições de 2018, entretanto, o ex-BBB declarou um patrimônio de R$1.196.491,26 em imóveis, poupança e outros investimentos, o que pode dar uma pista sobre a utilização do dinheiro.

Jean Wyllys trilhou carreira política e luta pelos LGBTs

Apesar do título de ex-BBB, o nome de Jean Wyllys ganhou repercussão nacional e até internacional por conta da sua carreira política e luta pelos direitos dos LGBTs.

Primeiro participante assumidamente homossexual do BBB, a pauta sempre foi discutida por ele mesmo enquanto ainda estava no reality, inclusive falando abertamente e ao vivo sobre momentos em que sentiu sofrer homofobia na casa.

Em 2010, Jean foi eleito deputado federal pelo PSOL e reeleito nos oito anos seguintes. Já em 205 o ex-BBB foi reconhecido pela revista britânica The Economist como uma das 50 personalidades que mais defendem a diversidade no mundo todo.

Após ameaças de morte, Jean hoje vive na Alemanha

A perseguição e ataques sofridos por parte de seus opositores, entretanto, fizeram com que Jean Wyllys optasse por deixar o cargo em 2018, principalmente após o assassinato da vereadora Marielle Franco e a eleição de Jair Bolsonaro.

“A minha decisão foi um ato de preservação da minha vida e proteção da minha família, mas foi também um recado político ao mundo. Uma maneira de deixar de naturalizar o que estava sendo naturalizado no Brasil”, disse em entrevista coletiva em fevereiro de 2019.

As constantes ameaças de morte a ele e sua família fizeram com que o ex-BBB deixasse o Brasil. Morando hoje na Alemanhã, Jean Wyllys se dedica à carreira acadêmica como pesquisador e estudante de doutorado.

Jean foi firme ao pontuar, durante a mesma coletiva concedida em Berlim, que só pretende retornar ao país quando Bolsonaro não for mais o presidente.

“Posso voltar quando essa noite passar e essa noite há de passar, porque a noite não dura para sempre”, desabafou.

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.