Novela Pantanal antiga foi um sucesso e superou até a Globo

Trama foi exibida pela primeira vez em 1990 pela TV Manchete

Quem assistiu às novelas no início da década de 1990 deve se lembrar do fenômeno que foi a novela Pantanal. Escrita por Benedito Ruy Barbosa, a trama exibida pela TV Manchete abalou a audiência da Globo e ficou marcada na memória afetiva dos fãs de folhetins. Trinta e dois anos depois do sucesso, a emissora fundada por Roberto Marinho produz e exibe o primeiro remake da história de Juma Marruá, papel de Cristiana Oliveira na época.

Quando estreou na faixa das 21h30, a novela teve 7 pontos de média, mas logo chegou a ter picos de 30 pontos. Seu último capítulo registrou 31 pontos na Grande São Paulo, enquanto a Globo registrara 21. Mas o que tornou a antiga novela Pantanal um sucesso de audiência, e será que a trama vai repetir o sucesso de três décadas atrás?

Por que a novela Pantanal antiga foi um sucesso de audiência?

Nada de zona sul do Rio de Janeiro. Para 2022, a trama ambientada na maior planície alagada do mundo é a grande aposta da Rede Globo, e já é a produção mais cara da história da teledramaturgia brasileira. O empenho busca repetir o sucesso da novela Pantanal antiga em um cenário muito diferente daquele de três décadas atrás.

Naquela época, Mato Grosso do Sul tinha 1,7 milhão de habitantes e ainda era desconhecido por grande parte dos brasileiros, e a novela inovou ao mostrar que existia um Brasil pouco explorado, com suas chalanas e boiadas.

“Pantanal sai do eixo Rio-São Paulo e avança em direção ao centro-oeste, em um momento em que havia grande interesse por ecologia”, explica Márcia Gomes, mestre em Comunicação pela Pontificia Universidad Javeriana, doutora em Ciências Sociais pela  Pontificia Università Gregoriana e professora dos cursos de Audiovisual e Jornalismo da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. A novela foi exibida dois anos antes da ECO-92, primeira Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro em 1992.

“Pantanal mostra lugares desconhecidos, que até atualmente continuam sem ser visitados pela televisão de maneira geral. A trama expõe outras formas de vida ambientadas em cenários exóticos e belíssimos”, afirma a especialista. A Manchete também apostava em um jeito diferenciado de contar suas histórias, distante dos tradicionais moldes da Globo e já tinha conseguido êxito com algumas de suas novelas, como Dona Beija (1986) e Kananga do Japão (1989).

Remake de Pantanal em 2022

Espera-se que o remake da novela Pantanal, que está sendo adaptado por Bruno Luperi, neto do autor da versão original, seja tão bem recebido quanto o folhetim de 1990.

A emissora já começou a divulgar Pantanal e escalou famosos nomes da televisão para viver os icônicos personagens. Juliana Paes, Murilo Benício, Dira Paes, Osmar Prado, Jesuíta Barbosa, Renato Góes e Alanis Guillen são alguns dos destaques.

Os remakes não são novidade na história das novelas do país – ao longo dos 70 anos da exibição dos folhetins brasileiros, a Globo já produziu novas versões de histórias famosas como Mulheres de Areia (1993), A Viagem (1994), Anjo Mau (1997), Ti Ti Ti (2010) e mais. “A versão original faz menos sombra e ajuda mais a promover o novo produto”, explica a professora. “A produção de remakes é muito forte na indústria cultural como um todo. Antes mesmo dos brasileiros começarem a exibir novas versões das telenovelas, essa já era uma tendência muito importante nas novelas mexicanas”.

A versão de 2022 de Pantanal deve atingir não só o público que acompanhou a história original, mas a nova geração de espectadores. Nas redes sociais, o sentimento da audiência vai de animação a nostalgia. Quando o primeiro trailer da novela foi divulgado, o nome do folhetim se tornou um dos termos mais comentados do Twitter.

“Agora, o que temos que ver é o quanto a novela Pantanal, que fugia daquela fórmula bem típica da Globo dentro da construção dos personagens e do enredo, será trazida para dentro desse modelo da emissora”, finaliza a professora.

Quando estreia Pantanal?

A novela Pantanal estreia em 28 de março, na faixa das 21h30, na TV Globo. Os capítulos também serão disponibilizados na plataforma de streaming Globoplay após a exibição nas telinhas. A título de curiosidade, a trama original foi exibida pela primeira vez em 27 de março de 1990.

Assim como antes, o folhetim será dividido em duas fases. A primeira parte da história, com duração de 19 capítulos, mostra a paixão entre José Leôncio (Renato Góes/Marcos Palmeira) e Madeleine (Bruna Linzmeyer/Karine Teles), que se mudam para o Pantanal e tem um filho chamado Joventino (Jesuíta Barbosa).

A jovem, porém, não se adapta ao local e resolve fugir para o Rio de Janeiro com o bebê. Jove cresce acreditando que seu pai está morto. É apenas na segunda fase da trama, quando ele já está adulto, que descobre que o peão está vivo e mora no Pantanal. O filho de Madeleine então decide ir até a região para se reaproximar do patriarca.

É então que ele conhece Juma (Alanis Guillen), por quem sente uma forte atração. O que ele não sabe é que a garota herdou um poder sobrenatural de sua mãe Maria (Juliana Paes) e se transforma em onça-pintada quando se sente ameaçada.

Há outra entidade sobrenatural na novela. O Velho do Rio (Osmar Prado) atua como um guardião das belezas naturais do Pantanal e tem a habilidade de se transformar na maior sucuri da região.

Assista o primeiro trailer de Pantanal

https://www.youtube.com/watch?v=Mfqv7V4q03M&feature=emb_title

+ Quantas vezes passou Pantanal? Novela já foi exibida em 2 emissoras

Você pode gostar também
buy cialis online