FOMO: a síndrome por trás da ansiedade de checar as redes sociais

Descubra o que é FOMO e como ter uma relação mais saudável com as redes sociais.

Você não consegue ficar muito tempo sem checar suas redes? Talvez você tenha “FOMO”. Essa é a sigla que caracteriza uma necessidade de saber o que os outros estão fazendo na internet. Ela causa muita ansiedade pelo medo de estar perdendo algum acontecimento ou situação, além de provocar o sentimento de inveja.

Se você ficou na dúvida, responda a essas questões:

  • Você checa seu Instagram a cada 10 minutos?
  • Já passou horas rolando o feed de notícias?
  • Já ficou ansioso por estar muito tempo sem acessar as redes sociais?

Se a resposta for sim para a maioria das perguntas, provavelmente já deve ter tido algum episódio de FOMO. Por isso, confira aqui quais os sintomas dessa síndrome e como evitá-la.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O que é FOMO?

FOMO: o que é essa síndrome e como evitá-la
Reprodução / Pexels

O termo FOMO, ou também conhecido como fear of missing out, é uma expressão que significa o medo de perder algo. Esse termo foi criado por Dan Herman para descrever a sensação de estar perdendo acontecimentos importantes.

Segundo a terapeuta emocional Camila Custódio, nos sentimos cada vez mais obrigados a estar conectados, e isso afeta nossa vida offline. Quando se trata de redes sociais, essa síndrome pode se intensificar mais ainda.

Para Camila, “as redes sociais nos transmitem a falsa sensação de que a vida do outro está sendo vivida e aproveitada ao máximo enquanto somos meros espectadores dos acontecimentos. Nesse sentido, o Instagram é tido como a mais nociva delas, contribuindo não só para ansiedade, depressão, má qualidade do sono, como distúrbios alimentares”.

Por isso, pessoas que desenvolvem FOMO estão sempre atualizando suas redes sociais, como Instagram, Facebook e Twitter, as vezes até mesmo de madrugada. Aliás, é muito comum darem uma simples checada no horário do almoço, num encontro entre amigos ou no momento de ócio.

Esse tipo de comportamento pode trazer uma enorme insegurança na vida real. Por isso, devem ser observados se sentimentos de mau humor, ansiedade, desconforto ou estresse estão sendo mais comuns do que antes. Além disso, deve-se tomar um cuidado especial para que emoções negativas não se transformem numa depressão.

 

Quais os principais sintomas do FOMO?

FOMO: o que é essa síndrome e como evitá-la
Reprodução / Pexels

As pessoas estão cada vez mais conectadas e utilizando a internet para fins diversos. Por esse motivo, os sintomas do FOMO se confundem com simples ações de quem utiliza as redes sociais diariamente.

No entanto, existem alguns sintomas que devem ser observados. Entre elas está o uso excessivo do smartphone, mesmo durante as refeições, dirigindo ou no trabalho. Além disso, existem pessoas que ficam tão ansiosas ao postarem uma foto nova no Instagram, que esquecem de viver o momento presente.

Há casos de FOMO em que o sentimento de comparação e inveja são tão fortes a ponto de mexer com a auto estima da pessoa. As causas estão relacionadas ao descontrole no uso da tecnologia e a busca por uma realidade virtual que não existe.

Sendo assim, as pessoas começam a se cobrar a estarem por dentro de todos os assuntos e atender às expectativas alheias. Como diz a terapeuta, “essa cobrança por um estado de felicidade constante que se dá através das sequências de fotos sorridentes, corpos, pratos e viagens perfeitas é muito prejudicial para nossa saúde mental e emocional. As pessoas anseiam não somente pela felicidade e sim pela felicidade fotogênica”.

 

Como evitar o FOMO?

FOMO: o que é essa síndrome e como evitá-la
Reprodução / Pexels

Se você está passando por essa situação ou conhece alguém que tenha FOMO, saiba que é fundamental buscar um apoio psicológico. Mas existem algumas simples ações que já podem amenizar os sintomas. São elas:

  • Entenda que as redes sociais não são a realidade

Faça uma análise sobre as coisas que você posta. Geralmente são momentos felizes, ou seja, apenas uma parte do todo que é a sua vida. Então, certamente outras pessoas fazem o mesmo.

É muito importante que você entenda que ninguém posta as dificuldades e momentos ruins. Há uma seleção para que a vida pareça mais interessante, com direto a edição, recorte e filtro.

  • Reduza o tempo de uso das redes sociais

Você sente que o uso do celular vem mudando suas relações sociais ou transformando as suas emoções? Então é hora de reduzir o uso do celular. Por isso utilize ferramentas que te ajudem a calcular o tempo gasto ou retire as notificações de aplicativos.

Enfim, aproveite o seu tempo livre para se desconectar e fazer algo novo. Aliás, que tal aproveitar esse momento de ócio para ler aquele livro que está há meses na sua estante?

  • Faça uma seleção dos perfis nas redes sociais

Outra opção para reduzir os sintomas de FOMO é escolher conscientemente os perfis que deseja acompanhar. Faça uma seleção das coisas que mais te interessam na internet e evite acompanhar tudo de uma vez, para não causar mais ansiedade.

Por fim, como diz camila, “busque mudar a relação com a internet. Procure seguir perfis que agreguem na sua saúde emocional, que o coloquem em um estado mental positivo. Faça um unfollow de páginas e perfis tóxicos que ditam regras de como sua vida deveria ser e foque mais em ser você mesmo”.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes