Argentinos prestam suas últimas homenagens a Maradona

Craque faleceu na última quarta-feira (25), com uma parada cardiorrespiratória. Nas ruas de seu país natal, população se reúne para prestar as últimas homenagens ao craque; Pibe de Ouro está sendo velado na Casa Rosada.

A morte de Diego Maradona impactou o mundo na última quarta-feira (25). O craque argentino sofreu com uma parada cardiorrespiratória e veio a falecer aos 60 anos de idade. Nas redes sociais, personalidades de todos os meios prestaram suas homenagens aos ex-camisa 10 que encantou o mundo dentro, mas também fora de campo. Nesta quinta (25), Pibe de Ouro está sendo velado na Casa Rosada, a sede do governo da Argentina, e nas ruas, a população se reúne para homenagearem Maradona.

A família do craque tinha a opção de realizar a cerimônia no estádio do Boca Juniors, a Bombonera, mas preferiu o palácio. O presidente da Argentina, Alberto Fernández, torcedor do Argentinos Juniors, time que revelou Maradona na década de 1970, decretou luto nacional de três dias em todo o país.

+ Morte de Diego Maradona: veja as homenagens ao craque

Homenagens a Maradona

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A partida entre Internacional e Boca Júniors válida pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores, estava prevista para acontecer na quarta (25), no Beira-rio. No entanto, em virtude da morte de Diego, a partida foi adiada para o dia 2 de dezembro. Em seu estádio, o Boca Júniors fez questão de homenagear seu ídolo, e deixou apenas as luzes do camarote de Maradona, acesas.

Boca Júniors não jogou nesta quarta, mas deixou sua homenagem ao craque
Boca Júniors não jogou nesta quarta, mas deixou sua homenagem ao craque (Foto: Boca Juniors / bocajuniors.com.ar)

Assim como Maradona, Messi é outro grande craque argentino. Em suas redes sociais, o camisa 10 do Barcelona fez questão de homenagear el pibe. Mas, mesmo que Diego tenha partido, Lionel fez questão de ressaltar que o ídolo é eterno.

Na Argentina, o dia está sendo de comoção total. A organização até tentou manter o distanciamento social por conta da pandemia de Covid-19, mas a tentativa foi frustrada. Com cerca de 1 milhão de pessoas, os argentinos formam multidões na Plaza de Mayo, em frente à Casa Rosada, para prestar as últimas homenagens a Maradona.

+ 23 fatos sobre Diego Maradona, eterno ídolo do futebol argentino

Dentro do palácio, torcedores emocionados jogam flores e camisetas sob o caixão, que está fechado e coberto pela bandeira da Argentina e por camisas da seleção e do Boca Juniors.

Torcedores então enfeitam caixão de Maradona com camisas e flores
Torcedores então enfeitam caixão de Maradona com camisas e flores (Foto: Reprodução/Casa Rosada)

De acordo com a imprensa argentina, jogadores da seleção de 1986, que ganharam a Copa do México junto com o craque, foram ao palácio presidencial.

População se reúne para homenagear Maradona

Pelas ruas argentinas, a população se aglomera para prestar suas últimas homenagens a Maradona. Mesmo em meio à pandemia de Covid-19, o povo argentino busca idolatrar seu maior ídolo no futebol.

+ História de Maradona: da origem humilde ao status de herói nacional

Maradona deixa três filhas e dois filhos. Mas além disso, Diego construiu uma trajetória vitoriosa no futebol e todos se lembrarão dele, como uma das maiores figuras que o futebol já teve.

Torcedores invadem as ruas de Buenos Aires nesta quinta
Torcedores invadem as ruas de Buenos Aires nesta quinta (Foto: Tomas Cuesta/Getty Images)
Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes