Entenda como banir o TikTok nos EUA pode ser uma benção para o blockchain

Governo norte-americano anunciou o bloqueio do popular aplicativo de vídeos, criando uma guerra que pode alavancar a tecnologia blockchain

Depois de bloquear o WeChat, o popular “WhatsApp” chinês, o governo dos Estados Unidos estuda banir o TikTok. Este app de compartilhamento de vídeos curtos se tornou um fenômeno entre os jovens. No caso, o app é controlado por outra mais uma empresa chinesa, a ByteDance

O motivo é o mesmo do banimento do jogo Fortnite da Epic Games, que tem a chinesa Tencent entre suas principais acionistas. Em suma, o governo alega uma suposta espionagem de dados de usuários por parte dos fabricantes.

No entanto, há chances de tudo ser resolvido sem que os usuários sejam prejudicados. Deste modo, a tecnologia blockchain pode dar uma ajudinha nesse sentido. Descubra como a seguir.

O que é o TikTok?

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Um dos aplicativos gratuitos mais baixados no mundo, o TikTok é uma rede social que permite o compartilhamento de pequenos vídeos curtos. Dessa forma, é possível criar dublagens e fazer edições divertidas, como inserir emoticons, filtros, legendas, e trilha sonora. Além disso, o app permite o uso de gifs animados, acelerar e pausar a gravação, entre outras opções.

De maneira similar ao Instagram e Twitter, você pode seguir o perfil de outras pessoas e interagir. Deste modo, é possível curtir as publicações, fazer comentários, e até mesmo compartilhar pelo WhatsApp.

Para se ter uma ideia da popularidade, em 2019 o app ultrapassou o Facebook em número de downloads, atingindo a marca de 1,5 bilhões de usuários mensais. O app está disponível em 150 países e 75 idiomas, e Trump quer banir oTikTok nos EUA.

Quem é ByteDance?

A ByteDance é a empresa chinesa que é dona do TikTok. O aplicativo nasceu com o nome de Musical.ly, desenvolvido por uma outra empresa chinesa, focado em vídeos com pessoas fazendo dublagem de músicas.

Em 2017, a empresa foi comprada pela ByteDance, que na época tinha um aplicativo parecido, chamado Douyin. De acordo com a agência de consultoria Sensor Tower, cerca de um bilhão de vídeos são vistos a cada 24h.

Por que Trump quer banir o TikTok?

O presidente dos Estados Unidos alega que o banimento tem como objetivo proteger a segurança nacional dos Estados Unidos. Em suma, apontam supostas ameaças do Partido Comunista da China.

Em seguida, o governo americano assinou uma ordem executiva, decretando um prazo para o aplicativo no país ser comprado por uma empresa americana. No caso, a Oracle e o Walmart estão com as negociações mais adiantadas. O acordo precisa ser aprovado por Trump.

Entretanto, é importante apontar que alegações de privacidade e uso de dados podem ser usadas como pretexto para mascarar motivações políticas. Os impasses comerciais entre Estados Unidos e China se intensificaram nos últimos três anos. 

Como o TikTok ganha dinheiro?

Moedas do TikTok que podem ser compartilhadas pelos usuários

A principal forma de receita da ByteDance é a publicidade nos seus aplicativos, mas há um outro fator. Sem dúvidas, compras são algo muito importante nas receitas da desenvolvedora da rede social de vídeos. Banir o TikTok certamente terá um impacto financeiro para a empresa.

No app de vídeos, os usuários usam dinheiro real para adquirir moedas virtuais. Desta maneira, podem ser dadas como uma gorjeta para os criadores de conteúdo.

Dados do Sensor Tower apontam que em fevereiro de 2019, os usuários do mundo todo gastaram cerca de US$ 5,5 milhões comprando as moedas TikTok. 

Quer ver um exemplo de um criptoativo utilizado por fãs do esporte? No vídeo abaixo as meninas da @usecripto explicam o que é o Token Chiliz, disponível para negociação no Mercado Bitcoin.

Relação entre blockchain e banir o TikTok

Primeiramente, se as pessoas compram moedas virtuais no aplicativo, as plataformas recolhem dados de comportamento e consumo. Nesse sentido, os países vão se precaver, exigindo o uso de sistemas centralizados, além da regulação.

É aí que entra o blockchain. Ter um sistema descentralizado, longe das regulações e humores de governos e países, é uma excelente solução. A blockchain e as criptomoedas estão começando a ser utilizadas nos aplicativos de jogos, vídeos, e similares.

Dessa forma, a guerra comercial e ideológica entre o governo dos EUA e a China pode alavancar o uso da tecnologia blockchain. Similarmente, o efeito deve ampliar a difusão das moedas virtuais.

Se os EUA realmente banir o TikTok, isso pode causar um grande impacto. Dessa maneira, levando a uma procura por outros apps que utilizam moedas virtuais, como o Bitcoin, por exemplo. 

De acordo com a Forbes, a tecnologia blockchain pode ser uma solução viável para plataformas sociais como YouTube, Twitch e TikTok. Futuramente, será possível inclusive trocar a moeda virtual própria pelo Bitcoin, ou outra criptomoeda. 

Em resumo, o uso do blockchain serve para proteger e assegurar os dados pessoais de influenciadores e criadores de conteúdo. De maneira similar, pode garantir que os artistas sejam pagos pelo conteúdo que publicarem nas plataformas.

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes