A bolsa mais cara do mundo foi criada para ajudar a ‘salvar os oceanos’

A marca de luxo italiana que fez a bolsa está preocupada com o impacto dos plásticos não biodegradáveis ​​na conservação marinha.

A bolsa mais cara do mundo foi criada  para ajudar a aumentar a conscientização sobre a poluição do oceano.

O item custa 6 milhões de euros. Mas 800.000 euros da receita será destinado às operações de limpeza dos mares.

A bolsa é confeccionada em jacaré semibrilhante, conta com um acessório de diamantes e 10 borboletas em ouro branco com safiras. Além de diamantes e turmalinas, o que totaliza mais de 130 quilates.

Contudo, demora mil horas para fazer cada bolsa, e há apenas três delas disponíveis.

A marca italiana de luxo Boarini Milanesi, criadora da bolsa, disse que tem preocupação com o impacto dos plásticos não biodegradáveis ​​na conservação marinha.

“Recentemente, vi ainda mais plástico no mar  que quando era criança. Isso também se deve à pandemia e a todas as luvas e máscaras que as pessoas jogam fora sem dar o destino correto”, disse o cofundador da empresa, Matteo Rodolfo Milanesi.

 

https://www.instagram.com/p/CIDwFxZqM77/

Leia também

Primeiros casos da gripe aviária H5N8 são reportados na…

Papa dá à Cúria Romana livro para meditação durante a…

Bolsa mais cara do mundo

- PUBLICIDADE -

De acordo com Milanesi,  ele se inspirou nas lembranças do pai para  criar a bolsa. Ele era  um homem que se preocupava com a preservação das águas e faleceu quando o empresário era adolescente.

“Costumávamos passar todos os verões no mar, entre a Grécia e a Turquia. E, eu ficava mais feliz quando fazíamos passeios de barco entre as ilhas”, disse ele.

“Embora o turismo de massa ainda estivesse muito distante, frequentemente víamos sacolas plásticas flutuando na água. Bem como manchas de óleo de petroleiros”.

Além disso, seu pai costumava mergulhar na água para recuperar as bolsas e garrafas que estavam na superfície.

Assim, as pedras que se destacam na bolsa tiveram sua seleção feita por sua ligação simbólica com a água do mar.

A cofundadora da marca Carolina Boarini disse: “Safiras azuis representam as profundezas dos oceanos. A turmalina nos lembra os mares limpos do Caribe. E, os diamantes referem-se à transparência da água quando ela cai em forma de chuva”.

Fonte Sky News

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes