Agência dos EUA aprova vacina Pfizer para uso emergencial contra Covid

A agência de regulação de medicamentos e alimentos do país liberou a aplicação do imunizante na noite de ontem.

A FDA (Food and Drug Administration), agência de regulação de medicamentos dos Estados Unidos autorizou ontem (11) à noite que a vacina da Pfizer contra a COVID-19 seja aplicada em uso emergencial. A agência argumenta que a vacina “atende aos critérios legais para emissão nos EUA” e que “a totalidade dos dados disponíveis fornece evidências claras de que a vacina pode ser eficaz na prevenção da covid-19”.

FDA libera vacina da Pfizer

A agência regulatória de saúde dos EUA (FDA, na sigla em inglês) autorizou esta noite a vacina contra a Covid-19 da Pfizer para uso emergencial.  Contudo, o CDC, deve dar o parecer final. A expectativa é que isso aconteça nos próximos dias.

“A autorização do FDA para o uso de emergência da primeira vacina covid-19 é um marco significativo na luta contra esta pandemia devastadora que afetou tantas famílias nos Estados Unidos e em todo o mundo”, disse o comissário da FDA, Stephen M. Hahn, em comunicado publicado no site da agência.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Com a decisão, os Estados Unidos se tornam o sexto país — além de Reino Unido, Bahrein, Canadá, Arábia Saudita e México — a liberar a vacina desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech. Além disso, a Anvisa também liberou o uso emergencial no Brasil do imunizante CoronaVac, desenvolvido pela fabricante chinesa Sinovac.

A Pfizer tem um acordo com o governo dos EUA para fornecer 100 milhões de doses da vacina até março de 2021.  Os testes clínico em estágio final das empresas, com cerca de 44 mil voluntários, foi considerado 95% eficaz.

Pressão na casa branca

Quem também confirmou a informação foi o jornal americano New York Times. Fontes contaram ao veiculo, em anonimato, que a decisão foi tomada pela FDA na noite de ontem.

Além disso, o chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, afirmou ao chefe da FDA, Stephen Hahn, que ele deveria procurar emprego caso não concedesse uma aprovação para o uso emergencial do imunizante até o final do dia, segundo um alto funcionário do governo que falou ao jornal sob condição de anonimato.

Presidente comemora a vacina Pfizer

Ao ter confirmado que a FDA liberou o uso emergencial da vacina, Donald Trump postou um vídeo em seu Twitter comemorando. No vídeo, Trump agradece aos cientistas que possibilitaram a distribuição da vacina nos Estados Unidos hoje. Além disso, garantiu que as primeiras doses serão aplicadas em menos de 24 horas. O presidente já estava pressionando para que a liberação acontecesse. Confira o momento abaixo:

Casos EUA

Dois dias, os EUA haviam registrado o grande número de 3034 óbitos por COVID-19 em um dia. O que ainda não tinha acontecido no país, desde o começo da pandemia. A média diária é de 2.230 óbitos. Além disso, os Estados Unidos somam mais de 15.800.000 casos de coronavírus, desde que o vírus chegou ao local, segundo monitoramento da Universidade Johns Hopkins.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes