China lança sonda espacial para coletar rochas lunares

A China lançou uma nave espacial para recuperar amostras de rochas e solo da lua. É a primeira missão desse tipo em várias décadas.

Nesta terça-feira (24) a China lança sonda espacial para coletar amostras de rochas lunares e trazê-las de volta à Terra. Há mais de quatro décadas isso não acontecia.

A espaçonave Chang’e-5 foi carregada ao espaço pelo Longa Marcha-5, o maior foguete porta-aviões da China. Este decolou do Centro de Lançamento Espacial de Wenchang, na ilha de Hainan, no sul da China, às 4h30, horário de Pequim. 

De acordo com o comandante de lançamento, Zhang Xueyu, a decolagem foi um sucesso. A missão Chang’e-5, coordenada pela Administração Espacial Nacional da China, tem o nome da antiga deusa chinesa da lua.

Se a espaçonave completar sua tarefa, tornará a China o terceiro país do mundo a ter recuperado amostras lunares depois dos EUA e da ex-União Soviética. 

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

China lança sonda espacial
Imagem: Reprodução / Pixabay

China lança sonda espacial

A previsão é que a espaçonave chegue à superfície lunar em cerca de oito dias.

Se tudo correr de acordo com o planejado, a sonda irá coletar rochas e solo com um braço robótico e transferi-los para o veículo ascensor. Logo depois, as amostras terão sua transferência feita para uma cápsula de retorno que as levará de volta à Terra em cerca de 23 dias.

Assim, espera-se que as amostras ajudem os cientistas a aprender mais sobre a origem e a formação da lua.

 

Grandes planos de espaço

A missão lunar é a mais ambiciosa da China até o momento. 

Afinal,  a missão Luna-24 da União Soviética em agosto de 1976 foi a última a trazer amostras de material da lua.

Assim, a China está intensificando seu programa espacial. Em julho, o país  lançou sua primeira missão independente a Marte. Além disso, o país também planeja construir sua própria estação espacial até 2022 e enviar uma sonda a Júpiter até 2029.

Fonte DW

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes