Chuva de meteoros orionídeas atinge o pico esta semana

A chuva de meteoros orionídeas atingirá seu pico nas primeiras horas da manhã de 21 de outubro. Ela poderá ser visto na Terra e não é necessário usar binóculo.

A chuva de meteoros orionídeas atingirá seu pico nas primeiras horas da manhã de 21 de outubro, borrifando resquícios do Cometa Halley na atmosfera da Terra para criar uma exibição deslumbrante.

A tênue fase crescente da lua permitirá uma visualização ideal. Porém, se você não puder ver a chuva de meteoros em 21 de outubro, os especialistas aconselham olhar para cima durante as primeiras horas da manhã, antes e depois da quarta-feira desta semana, porque ela ainda estará visível.

Espere até 20 meteoros por hora cruzando o céu durante o pico.

Esta chuva de meteoros pode não ser a mais espetacular do ano, mas encanta de outras maneiras. Os orionídeas aparecem todos os anos entre 2 de outubro e 7 de novembro, de acordo com a American Meteor Society .

O que diferencia essas chuvas são as belas trilhas de gás deixadas para trás, que podem se estender por segundos após o desaparecimento do meteoro. Bem como eles podem se quebrar em fragmentos brilhantes.

O pico ocorre quando a Terra passa por uma corrente de detritos deixada pelo cometa Halley conforme cruzamos sua órbita a cada ano nesta época. O próprio Cometa Halley foi visto pela última vez em nosso céu em 1986 e reaparecerá em 2061. 

De acordo com a Nasa, o cometa faz uma aparição a cada 76 anos em sua jornada ao redor do Sol.

 

Chuva de meteoros orionídeas
Imagem: reprodução / pexels

Chuva de meteoros orionídeas

Os meteoros irradiam da conhecida constelação de Órion, mas você não precisa olhar na direção da constelação para vê-los. Na verdade, você provavelmente não deveria, porque esses meteoros terão trilhas curtas e serão mais difíceis de ver.

A melhor época para ver essa chuva de meteoros, que pode produzir de 10 a 20 meteoros por hora durante a janela de pico, é quando a lua não está dominando o céu noturno. Isso porque esses meteoros são mais fracos do que a chuva de meteoros Perseidas, que apareceu pela última vez em agosto.

Enquanto a chuva de meteoros atingirá seu pico na madrugada de 21 de outubro, a melhor vista será durante uma breve janela entre 1h e o amanhecer em sua área. Permita-se uma ou duas horas para observar. Você pode verificar no site timeanddate.com para ver quando o pico de chuva atinge sua cidade.

Além disso, os orionídeas também são difíceis de ver porque são muito rápidos. Eles voam a 41 milhas por segundo, vaporizando em nossa atmosfera superior a cerca de 60 milhas acima da superfície da Terra. Mas não há perigo desses meteoros brilhantes colidirem com a Terra. Afinal, alguns dos meteoróides têm apenas o tamanho de um grão de areia.

Fonte CNN
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.