Como Elon Musk se tornou o 3º homem mais rico do mundo?

Na última segunda-feira (16), Elon Musk ganhou US$ 15 bilhões, o que fez com que ele subisse para o top 3 de bilionários do mundo. Mas qual fator gerou esse aumento de patrimônio repentino?

O bilionário e CEO da Tesla, Elon Musk, se tornou o 3º homem mais rico do mundo, indica a Forbes. Isso resultou na queda de Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, que agora ocupa a 4º posição. Somente na última segunda-feira (16), Musk ganhou US$ 15 bilhões, alcançando um patrimônio aproximado de US$ 110 bilhões. Mas como o magnata alcançou essa posição? Afinal, em março, ele tinha apenas US$ 24,6 bilhões.  

O recente ganho de capital foi motivado pela notícia de que a Tesla ingressará no índice S&P 500 em dezembro. Trata-se de uma carteira das 500 ações mais representativas da NYSE e na NASDAQ, que são bolsas de Nova York. Atualmente, o S&P 500 é considerado o principal indicador do mercado de ações estadunidense. Além disso, através dele, é possível investir nas maiores empresas dos EUA através da bolsa de valores brasileira.

Ações da Tesla disparam

Ações da tesla, empresa de elon musk, disparam em apenas um dia
(foto: pixabay)

Logo depois da notícia, as ações dispararam 12% em apenas um dia. A princípio, “a Tesla será uma das adições de maior peso no S&P 500 na última década e consequentemente vai gerar um dos maiores fluxos de negócios na história do índice”, conforme a associação S&P Dow Jones Indices.

A Forbes divulgou que, durante 2020, as ações da fabricante subiram 460%. A Tesla possui US$ 380 bilhões (R$ 2 trilhões em conversão direta) em valor de mercado. Consequentemente, a fabricante é uma das empresas mais valiosas de Wall Street.

Outras empresas de Elon Musk

Spacex, empresa de transporte e exploração espacial de elon musk
(foto: pixabay)

Além da fabricante, o magnata também possui outras empresas, todas elas com foco em tecnologia. Definitivamente isso colaborou para o crescimento de sua fortuna, afinal trata-se de um mercado muito lucrativo. Confira abaixo outros empreendimentos do bilionário:

    A fabricante de produtos com tecnologia para energia solar, SolarCity; A instituição sem fins lucrativos OpenAI, que visa estudar inteligência artificial com foco em segurança; The Boring Company, empresa de escavação que pretende reduzir o congestionamento de carros nos EUA;
  • A SpaceX, que é uma companhia de exploração e transporte espacial;
  • E, por fim, a startup Neuralink, focada em desenvolver tecnologias capazes de conectar computadores ao cérebro humano;

Assim como a Tesla, a SpaceX também está na mira dos investidores. Em agosto, a empresa passou a valer nada menos do que US$ 46 bilhões. Com o nome já consolidado no mercado, a SpaceX assumiu um compromisso ambicioso: iniciar o processo de colonização de Marte. Se Elon Musk alcançar sua meta de explorar o Planeta Vermelho, a empresa pode se tornar ainda mais proeminente do que a própria Tesla. 

Fonte Forbes Mundo Conectado Blog Rico
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.