Coronavírus: Inglaterra entra em lockdown novamente

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, cedeu à pressão de cientistas para deter as taxas crescentes de infecções por coronavírus. A Inglaterra agora enfrenta 4 semanas de restrições rígidas, semelhantes ao bloqueio da primavera.

A Inglaterra entra em lockdown novamente. Assim, a duração prevista é de um mês com início na próxima quinta-feira (5), anunciou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, no sábado (31).

Em uma entrevista coletiva com importantes consultores científicos do governo, ele admitiu que o sistema atual de bloqueios locais não era mais suficiente para interromper o aumento da taxa de infecção por coronavírus.

“De quinta-feira até o início de dezembro, você deve ficar em casa”, disse o primeiro-ministro.

Johnson, que no início deste ano passou por um caso grave de covid-19, acrescentou que “nenhum primeiro-ministro responsável poderia ignorar os números sombrios”.  Bem como acrescentou “temos que agir para não ver milhares de mortes neste país por dia”.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com os cientistas, o vírus está se espalhando significativamente mais rápido na Inglaterra.

Nos últimos 7 dias, a Inglaterra viu uma média de 226 infecções por 100.000 pessoas.

 

Inglaterra entra em lockdown
Imagem: Reprodução / Unsplash

Inglaterra entra em lockdown

A princípio, o lockdown durará de 5 de novembro a 2 de dezembro. Dessa forma, as medidas de bloqueio são:

  • Restaurantes, pubs e bares fecharão, exceto para delivery.
  • Todos os locais de lazer e entretenimento e a maioria das lojas não essenciais fecharão.
  • Os trabalhos deverão dar preferência para o home office, se possível, e as viagens domésticas, exceto para fins essenciais,  estão proibidas.
  • Escolas, universidades e faculdades permanecerão abertas, junto com o setor de construção e manufatura.
  • As pessoas só poderão sair de casa por alguns motivos, incluindo exercícios.
  • Os tribunais e o Parlamento permanecerão abertos.
  • Os serviços religiosos também serão interrompidos.
  • As viagens internacionais, exceto para fins comerciais, também devem ser suspensas.
  • Os jogos da Premier League inglesa continuarão.

Contudo, as regras se aplicam apenas à Inglaterra. O País de Gales e a Irlanda do Norte já estão efetivamente bloqueados e a Escócia implementou um conjunto de duras restrições regionais.

De acordo com Johnson, o governo estenderia seu esquema emergencial de subsídio salarial ao coronavírus para garantir que os trabalhadores temporariamente demitidos recebam 80% de seu salário.

 

Reino Unido ultrapassa 1 milhão de infecções

Johnson esperava que uma série de restrições regionais introduzidas no início de outubro fossem suficientes para reduzir os números.

Mas os assessores científicos do governo prevêem que na atual trajetória do surto, a demanda por leitos hospitalares excederá a capacidade na primeira semana de dezembro, mesmo se os hospitais temporários do NHS Nightingale instalados durante o primeiro pico do vírus forem reabertos.

De acordo com o Chefe Conselheiro Científico, Patrick Vallance, as mortes no inverno na Inglaterra podem ser duas vezes mais graves em comparação com a primeira onda na primavera.

Informar Erro
Fonte DW

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes