Democratas assumem o controle do Senado nos EUA

O Partido Democrata do presidente eleito dos EUA, Joe Biden, conquistou o controle do Senado – e do Congresso em geral – com duas vitórias no estado da Geórgia.

O partido dos democratas assumem o controle do Senado nos EUA. O partido conquistou duas vitórias no estado da Geórgia.

Assim, Raphael Warnock e Jon Ossoff derrotaram os republicanos Kelly Loeffler e David Perdue, respectivamente.

Dessa forma, os democratas controlarão o Senado, a Câmara dos Representantes e a Casa Branca pela primeira vez desde 2009.

Estima-se que quatro milhões de georgianos votaram no segundo turno.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Além disso, o resultado é um golpe severo para o presidente republicano Donald Trump.

A eleição da Geórgia foi para um segundo turno porque nenhum dos candidatos nas eleições gerais de novembro alcançou os 50% necessários para a vitória segundo as regras estaduais.

Warnock, um pastor batista, torna-se o primeiro senador negro pela Geórgia – um estado escravista na Guerra Civil dos EUA – e apenas o 11º membro negro do Senado na história do país.

 

Democratas assumem o controle do Senado
Imagem: Reprodução / Pexels

Democratas assumem o controle do Senado

Com o resultado na Geórgia, os democratas e os republicanos terão agora 50 cadeiras no Senado, a câmara alta do Congresso.

Contudo, a nova vice-presidente democrata, Kamala Harris, presidirá o Senado assim que ela tomar posse e terá o voto de desempate.

Isso dá ao governo Biden uma chance maior de cumprir sua agenda em questões como saúde e mudanças climáticas.

O Senado também tem o poder de aprovar ou rejeitar os indicados de Biden para cargos de gabinete e judiciais.

 

Protestos pró-Trump

O dia foi de comemorações para os democratas, porém, os apoiadores de Trump não receberam bem a notícia.

Nesta quarta-feira, o congresso deveria certificar a vitória de Biden. Contudo, Trump disse que “nunca cederia”.

Assim, com o objetivo de interromper os procedimentos no Congresso, um grande grupo de partidários pró-Trump invadiu o congresso com armas e forçou os legisladores a evacuar as instalações. A violência continuou por horas.

A polícia foi chamada para conter os manifestantes.

Fonte BBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes