É o fim dos pratos marrons? Duralex, dona das louças ‘inquebráveis’, quebra

Certamente você já usou o famoso prato marrom e talvez até tenha um conjunto das louças de vidro da Duralex em casa. A empresa de 75 declarou falência.

A fabricante francesa de louças e utensílios de cozinha Duralex entrou em falência. De acordo com o jornal Le Monde, a empresa está em processo de liquidação judicial desde a última quarta-feira (23).

Conhecida pelas louças de vidro marrons “inquebráveis”, a Duralex passa por problemas financeiros desde 2017. Ano em que começou a usar um novo forno para produção, o qual apresentou problemas e acabou por afetar as fabricações.

De fato, a pandemia da Covid-19 influenciou para sua quebra. Ao jornal francês Le Monde, o presidente da companhia, Antoine Ioannidès, disse que houve perda de 60% do volume de negócios pela diminuição de exportações, as quais representam 80% da atividade.

A empresa passará então, conforme aponta a reportagem, por um período de observação judicial, que durará seis meses. Ioannidès afirma que potenciais compradores já entraram em contato. Portanto, os 248 funcionários continuam recebendo seu salário, pois a empresa não parou de funcionar; conforme diz o presidente da companhia.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A empresa dos pratos inquebráveis

Certamente você já usou o famoso prato marrom e talvez até tenha um conjunto das louças de vidro da Duralex em casa. Esses objetos também são conhecidos por sua resistência. Em comerciais dos anos 60, a empresa afirmava que os produtos eram “praticamente inquebráveis”.

Essa característica se deve ao material usado para fabricação, o vidro temperado. Desse modo, ele é produzido através do aquecimento do vidro comum a altas temperaturas e, então, resfriado rapidamente. Isso o torna difícil de quebrar. Essa técnica foi descoberta em 1939 pela empresa francesa Saint-Gobain, que é a responsável por fundar a marca Duralex. Contudo, se usou o vidro inicialmente para compor janelas de automóveis.

A saber, atualmente a Saint-Gobain é uma multinacional, que faz projeção, fabricação e distribuição de variados tipos de materiais. Foi no início da Segunda Guerra Mundial, que ocorreu entre 1939 a 1945, que a empresa usou vidro temperado para produção de louças. Os produtos eram destinados a famílias mais pobres, por conta de seu baixo custo. A marca Duralex foi registrada em 1945.

Produtos Duralex
Fonte: Reprodução Instagram Duralex

Problemas financeiros da Duralex

Não é a primeira vez que a Duralex passa por problemas financeiros. Nos seus 75 anos de história, houveram momentos de ascensão, mas também de crises. Como dito, a marca teve seu registro ao fim da Segunda Guerra Mundial. E cresceu consideravelmente nos anos 60 e 70, quando seus produtos passaram a fazer parte de lares de famílias em todo o mundo.

Nesse sentido, na década de 90 é vendida para um grupo italiano. E já em 2005 é passada para um empresário da Turquia. Dois anos depois uma das fábricas é fechada. Em 2008, a Duralex quase entrou em falência, passando por um processo de liquidação judicial, por causa de suas dívidas, mas conseguiu se recuperar.

No ano de 2017 a empresa fez investimento para inaugurar um novo forno para suas produções. No entanto o equipamento apresentou problemas e não foi possível atingir os níveis de fabricação esperados. Para somar às dificuldades, há a atual pandemia, que fez com que as exportações da empresa caíssem.

Produtos da Duralex

Conforme aponta o site da empresa, os pratos, copos e outros utensílios domésticos produzidos resistem a choques térmicos e impactos. Além de poderem ir ao microondas e ao freezer. Caso os “praticamente inquebráveis” quebrem, a empresa afirma que não há risco de ferimentos. Visto que o vidro se estilhaça em partes não pontiagudas.

Após sua última aquisição, a fabricante passou por um processo modernização. Contando com a reformulação de logotipos e embalagens. Bem como, novos produtos e cores. E maior presença nas redes sociais. Ademais, também houve busca pela sustentabilidade, através da instalação de filtro de partículas e reciclagem de resíduos, por exemplo.

A primeira louça comercializada pela Duralex foi o copo Gigogne, lançado em 1946. Teve uma homenagem em 2007 por uma exposição em museu de Paris. O site da empresa também menciona o copo Picardie, como ícone do estilo francês. O qual teve aparição em variados filmes.

Com informações de Le Monde e Verne

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes