Economia chinesa ultrapassará os EUA até 2028 devido à covid-19

A China ultrapassará os EUA para se tornar a maior economia do mundo em 2028, cinco anos antes do previsto anteriormente, diz um relatório.

A economia chinesa ultrapassará os EUA até 2028 e se tornará a maior economia do mundo, segundo relatório

O Centro de Pesquisa Econômica e Empresarial (CEBR), com sede no Reino Unido, disse que a administração “habilidosa” da covid-19 pela China impulsionaria seu crescimento relativo em comparação com os EUA e a Europa nos próximos anos.

Além disso, a Índia deve se tornar a terceira maior economia em 2030.

O CEBR divulga sua tabela de classificação econômica todos os anos em 26 de dezembro.

Embora a China tenha sido o primeiro país atingido pela covid-19, ela controlou a doença por meio de ações rápidas e extremamente rígidas. Dessa forma, o país não precisou repetir bloqueios economicamente paralisantes como os países europeus fizeram.

Como resultado, ao contrário de outras grandes economias, a China evitou uma recessão econômica em 2020. E, de fato, estima-se que registre um crescimento de 2% este ano.

A economia dos EUA sofreu muitas perdas com a pandemia de coronavírus. Mais de 330.000 pessoas morreram no país e houve cerca de 18,5 milhões de casos confirmados.

Contudo, o dano econômico foi amortecido pela política monetária e por um enorme estímulo fiscal. Mas divergências políticas sobre um novo pacote de estímulo podem deixar cerca de 14 milhões de americanos sem o pagamento do seguro-desemprego no ano novo.

 

Economia chinesa ultrapassará os eua
Imagem: reprodução / pexels

Economia chinesa ultrapassará os EUA

De acordo com o relatório, após “uma forte recuperação pós-pandemia em 2021”, a economia dos EUA crescerá cerca de 1,9% ao ano de 2022-24. Contudo, desacelerará para 1,6% nos anos seguintes.

Em contraste, a economia chinesa deve crescer 5,7% ao ano até 2025 e 4,5% ao ano de 2026-2030.

A participação da China na economia mundial aumentou de 3,6% em 2000 para 17,8% nos dias atuais. Dessa forma, o país se tornará uma “economia de alta renda” em 2023, diz o relatório.

Mas o chinês de classe média permanecerá muito mais pobre em termos financeiros que o americano de classe média, mesmo depois que a China se tornar a maior economia do mundo, visto que a população da China é quatro vezes maior.

Fonte BBC
Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.