Eleições dos EUA: Trump afirma que venceu e vai à justiça parar apuração

Candidato republicano Donald Trump afirmou nesta madrugada (4) que é o vencedor das eleições dos EUA e que vai à Suprema Corte impedir que votos continuem sendo computados; candidato alega “fraude” em votos que chegaram pelo correios

Mesmo faltando milhões de votos a serem apurados, o presidente em reeleição, Donald Trump, afirmou que é o vencedor das eleições dos EUA e que irá recorrer à Suprema Corte para parar a contagem de votos e impedir o que ele chama de “fraude”.

Trump confirma boato de que declararia vitória antes do resultado final

Trump, que está atrás de Biden nas projeções dos delegados dos Colégios Eleitorais, afirmou que vai parar as apurações nas eleições dos EUA.  “Eles sabiam que não podiam ganhar, então disseram, ‘vamos ao tribunal'”, afirmou Trump. “Queremos que a lei seja usada de maneira adequada, por isso iremos ao Supremo Tribunal dos Estados Unidos. Queremos que todas as votações parem”, disse. “Não queremos que eles encontrem cédulas às quatro da manhã e as adicionem à lista”.

Nos últimos dias que antecederam as eleições dos EUA, a imprensa americana já havia dito que Trump estaria planejando declarar vitória antes do resultado final e contestar nos tribunais nos caso de Joe Biden vencer – o que foi negado pelo republicano. Contudo, a afirmação que foi feita nesta madrugada (4) confirma as informações dos jornais americanos.

Biden prepara equipe para impedir ações de Trump na reta final das eleições dos EUA

O candidato opositor democrata, na ocasião, disse que “Trump não iria roubar” e que a equipe de advogados do partido já estava a postos para impedir.  Ainda durante a madrugada de hoje, após a primeira rodada de apurações, Trump elencou os estados em que venceu nestas eleições dos EUA e comentou sobre a possível fraude em outros locais, como a Pensilvânia – um dos Estados decisivos. “Milhões e milhões de pessoas votaram em mim. Mas um triste grupo está tentando tirar os direitos dessas pessoas. Estávamos nos preparando para uma grande festa. Vamos vencer tudo”, disse. “Um recorde, números nunca vistos. Veja a Flórida, ganhamos por muito. Também está claro que ganhamos a Geórgia. Eles não podem nos alcançar”, afirmou.

Trump finalizou o discurso na primeira parte da apuração destas eleições dos EUA citando o Estado do Arizona, que na ocasião, ainda não estava decidido. “E nós nem precisamos dele“, disse o republicano – Biden foi declarado vencedor naquele estado pouco tempo depois.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes