Envelope com veneno foi enviado para a Casa Branca

A Polícia Federal confirmou que está investigando uma carta suspeita “recebida no correio do governo”. De acordo com a mídia americana, foi endereçada a Donald Trump.

A Casa Branca recebeu um envelope com veneno nesta semana. O destinatário final era o presidente Donald Trump

De acordo com a mídia americana, o envelope continha ricina, um veneno muito potente. Contudo, foi interceptado antes de chegar ao presidente.

“O FBI, o Serviço Secreto dos Estados Unidos e o Serviço de Inspeção Postal estão investigando cartas suspeitas recebidas em uma central de correio do governo”, disse a polícia federal americana. 

“No momento, não há ameaça à segurança”, acrescentou o FBI em uma conversa com a Agência Francesa de Imprensa (AFP).

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Segundo fontes anônimas, citadas pelo New York Times e CNN, dois testes foram feitos no produto que estava no envelope. Assim, os resultados dos testes estabeleceram que o produto se tratava de ricina.

envelope com veneno
Imagem: Reprodução / Roman Koval

Suspeito de enviar envelope com veneno

A ricina é o veneno mais violento do reino vegetal, 6 mil vezes mais poderoso que o cianeto. Bem como é uma substância mortal se ingerida, inalada ou injetada. Além disso, até hoje não existe antídoto para ela.

De acordo com o jornal New York Daily e a rede de mídia americana, os investigadores acreditam que a correspondência veio do Canadá.

Segundo o New York Times, eles também identificaram uma mulher como suspeita.

Outras agências federais, localizadas no Texas, também receberam cartas que continham esse mesmo veneno, segundo o jornal. Entretanto,  não houveram divulgações mais especificas sobre essas agências.

 

Tentativas de envenenamento na Casa Branca

Essa não é a primeira vez que algo assim acontece na Casa Branca. No passado, também houveram vários incidentes envolvendo envelopes enviados com ricina a funcionários americanos.

Em 2018, um residente de Utah foi acusado de fazer ameaças relacionadas à ricina. Ele havia enviado cartas contendo sementes de mamona para Donald Trump e outros funcionários federais, incluindo o diretor do FBI, Christopher Wray. 

Duas pessoas também foram condenadas em processos separados por enviar cartas contendo ricina ao presidente Barack Obama.

Fonte Le Monde Reuters

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes