Magnata de Hong Kong, Jimmy Lai é preso acusado de conspiração

O fundador do Apple Daily, o principal jornal da oposição pró-democracia, foi acusado de “conspiração com forças estrangeiras” com base na nova Lei de Segurança Nacional.

0 319

Jimmy Lai é preso pela Polícia de Hong Kong por “conspiração com forças estrangeiras”. O fundador do Apple Daily , o principal jornal pró-democracia de Hong Kong, estava em sua residência no bairro de Ho Man Tin quando recebeu a visita policial nesta segunda-feira (10).

De acordo com a BBC, Jimmy Lai é preso por não seguir os tópicos jurídicos reconhecidos pela recente Lei de Segurança Nacional de Pequim. Segundo a imprensa internacional, a nova lei abala o regime de direitos e liberdades do território.

Além disso, vários policiais também foram vistos entrando no prédio de seu jornal Apple Daily, revistando os escritórios. Imagens compartilhadas nas redes sociais mostram como agentes ordenaram que jornalistas fizessem fila para examinar seus pertences.

Pelo menos seis outras pessoas estão atualmente sob custódia policial, incluindo os dois filhos de Lai. Do mesmo modo, funcionários seniores do Apple Daily, como o CEO Cheung Kim-hung e o CFO Chow Tat-kuen também foram presos.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Segundo as forças de segurança, “A operação continua e não descartamos mais prisões”. Porém, Ryan Law, editor da mídia, afirmou que a medida não os intimidará, “continuaremos como de costume”.

 

Jimmy Lai é preso em Hong Kong
Imagem: Reprodução / Chromatograph

Jimmy Lai é preso por não respeitar nova Lei de Segurança Nacional 

Esta nova legislação pune até à prisão perpétua quem participa em atividades ditas “sediciosas, terroristas ou subversivas”, limita a liberdade de expressão e abre caminho para o funcionamento dos serviços de segurança da China continental.

Em contrapartida, a medida torna mais fácil punir os manifestantes e reduz a autonomia de Hong Kong.

Além disso, a lei também dá a Pequim poderes para moldar a vida na ex-colônia britânica de uma forma que nunca antes fizera.

Segundo os críticos, a nova lei efetivamente restringe o protesto e a liberdade de expressão. Porém, a China argumenta que a nova lei devolverá a estabilidade ao território após um ano de agitação.

 

Quem é o magnata da Apple Daily

Jimmy Lai tem uma fortuna estimada em mais de 1 bilhão de dólares. O magnata é fundador do jornal Apple Daily, que frequentemente critica Hong Kong e a liderança da China continental. 

De acordo com a Universidade Chinesa de Hong Kong, em 2019, o Apple Daily era o jornal pago mais lido do território, tanto na versão impressa quanto online.

Lai, que tem nacionalidade britânica e taiwanesa, é considerado por muitos como um herói, o único magnata capaz de criticar abertamente o regime chinês e defender a causa pró-democracia.

Porém,  a mídia oficial chinesa se refere a ele como um “traidor” e o manipulador por trás das manifestações antigovernamentais que desde o ano passado mergulharam a ex-colônia britânica na maior crise de sua história moderna.

Em junho do ano passado (2019), Lai confessou: “Estou pronto para ir para a cadeia”, em uma entrevista concedida ao meio digital Hong Kong Free Press. Na mesma entrevista, ele se referiu à Lei de Segurança Nacional como “uma sentença de morte”

Informar Erro

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes