A mudança climática está prejudicando sua saúde, alertam cientistas

Alguns cientistas dizem que a mudança climática pode ter contribuído para a atual pandemia de covid-19. Bem como pode ser responsável por diversas doenças que afetam pessoas no mundo todo.

De acordo com os cientistas, a mudança climática está prejudicando sua saúde. Assim, para os médicos especialistas, isso é particularmente preocupante.

“Estamos nisso agora”, disse o Dr. Paul Auerbach, médico emergencial da Universidade de Stanford e autor de “Enviromedics”, o livro pioneiro sobre mudança climática e saúde. “Está acontecendo. Este é um problema de saúde”. 

Embora os efeitos das mudanças climáticas sobre a saúde sejam numerosos, eles permanecem desconhecidos para muitos. 

A mudança climática agora tem sido associada a doenças relacionadas ao calor e disseminação de doenças infecciosas. Bem como danos físicos que tem como causa climas extremos, complicações de saúde por conta da má qualidade do ar e outros danos à saúde pública e individual.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Talvez o mais importante, a mudança climática pode se tornar um dos principais impulsionadores de novos surtos futuros. Bem como pode ter contribuído para a atual pandemia de covid-19.

“A próxima pandemia global pode ser, de certa forma, devido à mudança climática”, disse o Dr. Jesse Bell, professor de Saúde e Meio Ambiente da Faculdade de Saúde Pública do Centro Médico da Universidade de Nebraska.

 

Mudança climática está prejudicando sua saúde
Imagem: Reprodução / Pexels

A mudança climática está prejudicando sua saúde

Conforme o planeta fica mais quente, as pessoas em todo o mundo começam a sentir os impactos.

“No momento, os efeitos mais claros da mudança climática são através do calor”, disse o Dr. Aaron Bernstein, pediatra e Diretor Interino do Centro para Clima, Saúde e Meio Ambiente Global da Escola de Saúde Pública Harvard TH Chan.

“Mais pessoas morrem a cada ano de calor – mais do que de muitos problemas médicos”, disse Bernstein. Ele observou que as ondas de calor podem agravar uma ampla gama de doenças. Por exemplo, desde asma a distúrbios mentais, diabetes até doenças renais.

Além disso, os cientistas já comprovaram que a mudança climática também facilitou a disseminação de doenças infecciosas transmitidas pela água.

Afinal, ela também é uma força motriz por trás dos eventos de “transbordamento”, nos quais os vírus saltam de seus hospedeiros animais para os humanos, disse Hymes.

 

Impacto na saúde mental

De acordo com Bell, os eventos climáticos extremos podem gerar sofrimento mental.

Alguns pesquisadores já começaram a documentar os impactos psicológicos das mudanças climáticas, incluindo depressão grave, ansiedade, PTSD e transtornos de adaptação. Bem como aumentos no uso de drogas e álcool e violência doméstica.

Além disso, o estresse crônico causado por desastres climáticos também tem associação a uma pior saúde cardiovascular.

“É absolutamente imperativo que abordemos essas questões psicológicas. Porque elas têm impacto sobre tudo: pessoalmente, socialmente, economicamente, politicamente”, disse a Dra. Lise van Susteren, psiquiatra e ativista ambiental.

Embora as mudanças climáticas já impactem nossa saúde e bem-estar, cientistas e médicos dizem que não é tarde demais para combatê-las e mitigar seus efeitos. 

Isso pode ser feito  por meio de escolhas pessoais para reduzir a emissão de carbono. Bem como incentivar políticas de preservação ao meio-ambiente.

Fonte ABC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes