Segunda onda de Covid-19 na Europa preocupa OMS

Surto de coronavírus na Europa aumenta e preocupa OMS. Alguns países já declararam estado de emergência na saúde e leitos de UTI estão sendo preenchidos.

A  Organização Mundial da Saúde (OMS) está preocupada com o surto de coronavírus na Europa.

De acordo com a OMS, o surto de coronavírus na Europa é “preocupante”,  já que o número de leitos de terapia intensiva disponíveis continua diminuindo e quase lotando em algumas regiões.

Ao ajustar para a população, o número de novas infecções por coronavírus na Europa agora ultrapassou o dos Estados Unidos. A Europa relatou 187 novos casos de covid-19 por milhão de pessoas, com base em uma média de sete dias, em comparação com 162 novos covid-19 casos por milhão de pessoas nos EUA.

No total, a Europa, que inclui os 27 países da União Europeia e o Reino Unido, está relatando uma média de cerca de 97.000 novos casos por dia. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

De acordo com uma análise de dados da Universidade Johns Hopkins, este número é 44% a mais que de uma semana atrás.

Além disso, o ressurgimento do vírus em toda a região fez a  França declarar estado de emergência na saúde pública. A Alemanha e o Reino Unido  também anunciaram novas medidas em um esforço para conter a propagação da doença.

 

surto de coronavírus na Europa
Imagem: Reprodução / Pixabay

Surto de coronavírus na Europa

O Dr. Hans Kluge, chefe do escritório da OMS na Europa, atribuiu a nova onda de infecções às pessoas que não cumprem as medidas de segurança.

Mas a Europa não está vendo um aumento apenas no número de casos da covid-19. De acordo com Maria Van Kerkhove, líder técnica da OMS, está ocorrendo um aumento nas hospitalizações e admissões na UTI.

“Sabemos de várias cidades em toda a Europa onde a capacidade da UTI será atingida nas próximas semanas”, disse Kerkhove durante uma coletiva de imprensa. “Isso é preocupante à medida que nos aproximamos da temporada de gripe”.

Dessa forma, autoridades de saúde alertaram repetidamente que estão se preparando para combater dois vírus nocivos que circulam no final deste ano, enquanto o surto de covid-19 entra na temporada de gripe. 

Kerkhove disse que as pessoas devem lavar as mãos regularmente, usar máscaras, manter distância das outras pessoas e evitar ir a lugares lotados.

“Todos contribuem para colocar isso sob controle”, disse ela. “É uma série de coisas. Não é apenas o uso de máscaras. As máscaras devem ser usadas como parte de um pacote abrangente”.

Informar Erro
Fonte CNBC

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes