Programa Mundial de Alimentos da ONU ganha o Nobel da Paz de 2020

O Programa Mundial de Alimentos da ONU, criado em 1963, ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 2020.

O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (PMA) ganhou o Prêmio Nobel da Paz de 2020.

De acordo com o presidente do Comitê do Nobel, Berit Reiss-Andersen,  o PMA tem o reconhecimento por “seus esforços para combater a fome. Por sua contribuição para melhorar as condições de paz nas áreas afetadas por conflitos.  E, também por ter desempenhado um papel de liderança nos esforços para prevenir o uso da fome como arma de guerra”.

O Comitê Norueguês do Nobel argumentou que a necessidade de soluções multilaterais era “mais visível do que nunca”. 

A princípio, o prêmio, que consiste numa medalha de ouro, um diploma e um montante de 10 milhões de coroas suecas, será entregue formalmente no dia 10 de dezembro. 

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Prêmio Nobel da Paz de 2020

De acordo com o porta-voz do PMA, este foi um “momento de orgulho” para o projeto e organizadores.

Afinal, o PMA estima que ajuda cerca de 97 milhões de pessoas por ano, em 88 países.

“Com o prêmio deste ano, o [comitê] deseja voltar os olhos do mundo para os milhões de pessoas que sofrem ou enfrentam a ameaça da fome”, disse Reiss-Andersen. “O Programa Mundial de Alimentos desempenha um papel fundamental na cooperação multilateral, tornando a segurança alimentar um instrumento de paz”.

Por conta da crise da covid-19, Berit Reiss-Andersen revelou o nome do laureado no grande salão do Instituto Nobel de Oslo, diante de uma audiência muito esparsa.

Greta Thunberg e a Organização Mundial da Saúde (OMS) estavam sendo cogitados como possíveis vencedores, por falta de um grande favorito. Cerca de 211 indivíduos e 107 organizações receberam nomeações para o prêmio este ano. No entanto,  os nomes da grande lista não vieram a público. Assim,  ficou um pouco mais complicado para fazer previsões sobre o possível ganhador.

O prêmio de economia, que tradicionalmente encerra a cerimônia, será entregue na segunda-feira.

Informar Erro
Fonte Le Monde

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes