Quem é a pessoa mais rica do mundo em 2022?

Mesmo com algumas dificuldades que o resto do mundo enfrenta, a fortuna de algumas pessoas não para de crescer diariamente. Lançado no início do mês de abril, o ranking anual da Forbes é um dos mais conhecidos para mensurar quem são as pessoas mais ricas do planeta. Saiba quem é a pessoa mais rica do mundo em 2022.

Quem é a pessoa mais rica do mundo

Segundo o ranking da Forbes, Elon Musk é a pessoa mais rica do mundo em 2022. De acordo com a atualização do patrimônio líquido em tempo real feita pela revista, o valor da fortuna do empresário é de cerca de US$246,7 bilhões, referente ao dia 26 de abril de 2022. Esse acúmulo o mantém à frente até mesmo do fundador da Amazon, Jeff Bezos, que ocupava o posto anteriormente. Em seguida, está Bernard Arnault, do império LVMH, e o fundador da Microsoft, Bill Gates. Dentre as 10 pessoas mais ricas do mundo, não há nenhuma mulher.

A título de comparação, se a fortuna de Musk fosse convertida para Produto Interno Bruto (PIB), ela superaria países como o Peru e a Grécia. Segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), em 2021, o PIB do Peru foi de US$224 bilhões, e o da Grécia de US$216 bilhões. Aos 50 anos de idade, o empresário é responsável por investimentos como a empresa de exploração espacial SpaceX e a fabricante de carros elétricos Tesla.

Origem da fortuna de Elon Musk

Nascido em 1971, Elon Musk é um empresário sul-africano, da cidade de Pretória. Atualmente, é conhecido por ser o CEO da Tesla e da SpaceX, empresas que são referência no meio automotivo e aeroespacial, respectivamente. Ele é de uma família de classe rica, filho do engenheiro e empresário Errol Musk e da ex-modelo canadense Maye Musk.

Elon Musk aprendeu programação sozinho quando era criança, na África do Sul. E, aos 12 anos, escreveu o código de um videogame e vendeu por US$500. Com 17 anos, ele se mudou para o Canadá, onde estudou na Queen’s University, em Ontario. Mas, no meio da graduação, ele conseguiu transferência para a Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos. Assim, se formou em Física, e também fez Economia na Wharton School of Business.

Mas a fortuna de Elon Musk começou a ser constituída, de fato, em 1995. Ao lado do seu irmão Kimbal, e com um capital inicial fornecido pelo seu pai, ele fundou o Zip2, um software de guia da cidade para jornais. Em 1999, ele foi vendido por US$307 milhões, em que Musk ficou com US$22 milhões.

Mais da metade dos seus ganhos serviram como investimento do X.com, serviço de pagamentos online. Pouco depois, a empresa se fundiu com sua principal rival e originou o PayPal, em que o bilionário tornou-se acionista majoritário. Em 2002, ela foi comprada pelo eBay, gerando US$180 milhões a ele. Após deixar o PayPal, Elon Musk passou a investir na SpaceX, sua empresa de exploração espacial. E, alguns anos depois, se tornou cofundador da Tesla, fabricante de carros elétricos, em que possui 21% da empresa. Também cofundou a SolarCity, fornecedora de sistemas de energia solar, e a Boring Company, que se dedica a explorar o subsolo.

Em 2010, a Tesla estreou na bolsa de valores, tornando-se a primeira montadora americana a ter suas ações negociadas desde a Ford, o que fez sua fortuna disparar. E, dois anos mais tarde, Elon Musk já integrava a lista dos mais ricos da Forbes pela primeira vez, com um patrimônio líquido de US$2 bilhões. Passada uma década, o valor da fortuna de Elon Musk em 2022 é de US$ 246,7 bilhões, o que o lançou para o topo do ranking da revista, se tornando a pessoa mais rica do mundo. Como mais nova aquisição, em 25 de abril de 2022, o conselho do Twitter concordou em vender a empresa para o empresário por US$44 bilhões, que equivale a cerca de R$214 bilhões.

Quem é a pessoa mais rica do Brasil

Em relação aos bilionários espalhados pelo Brasil, Jorge Paulo Lemann está no topo da lista com uma fortuna estimada em US$15,4 bilhões, que equivale a cerca de R$72,3 bilhões.

O economista e empresário foi o responsável por fundar a Ambev, a maior cervejaria brasileira, em 1999. Anos mais tarde, em 2008, sua empresa comprou a Anheuser-Busch, dona da marca Budweiser, tornando-se a maior companhia do setor no mundo, a AB Inbev. Lemann e seus sócios também possuem participações na Restaurant Brands International, controladora do Burger King e da rede de café canadense Tim Hortons.

Veja também:

Elon Musk compra o Twitter por US$ 44 bilhões; veja o que muda

Você pode gostar também
buy cialis online