Vulcão Sinabung entrou em erupção pela segunda vez em três dias na Indonésia

O vulcão chegou a lançar colunas de fumaças com cerca de 500 metros de altura e deixou a região na escuridão.

O vulcão Sinabung entrou em erupção na Indonésia pela segunda vez na última segunda-feira, 10 de agosto.

De acordo com NBC, o vulcão lançou uma espessa coluna de cinzas e fumaça na atmosfera de 500 metros de altura. Além disso, a região ficou mergulhada na escuridão. Esta foi a segunda erupção desde sábado, depois que o vulcão ficou adormecido por mais de um ano.

O cascalho e as cinzas se acumularam em até 5 centímetros em aldeias já abandonadas nas encostas do vulcão, disse Armen Putra, um oficial do posto de monitoramento de Sinabung na Ilha de Sumatra.

De acordo com uma residente próxima, “O som foi como um trovão, durou menos de 30 segundos”. Segundo o Centro de Vulcanologia e Mitigação de Riscos Geológicos da Indonésia, não houve mortos ou feridos pela erupção de ontem.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Mais longe, em Berastagi, uma cidade turística na província de Sumatra do Norte, a cerca de 20 quilômetros da cratera, os motoristas acenderam os faróis à luz do dia para ver através das cinzas.

Localizado na ilha de Sumatra, este vulcão acordou em 2010 após mais de 400 anos inativo. Porém, o vulcão Sinabung entrou em erupção em 2014 e matou 16 pessoas, enquanto sete morreram em uma erupção de 2016. Desde então, ele tem sido um dos vulcões mais ativos no Anel de Fogo do Pacífico.

 

Foto: Reprodução /ANTO SEMBIRING/AFP/JC

Vulcão Sinabung entrou em erupção com região já evacuada

Cerca de 30.000 pessoas foram forçadas a deixar suas casas nos arredores de Sinabung nos últimos anos.

Em 2010, 2013 e 2018, várias erupções do Monte Sinabung resultaram na evacuação de milhares de pessoas. Em 2018, mais de 400 pessoas morreram quando um tsunami causado por uma erupção vulcânica varreu a costa sul de Sumatra e o extremo oeste de Java.

Atualmente, ninguém mora nas proximidades do vulcão, cujo acesso é proibido. Além disso, nenhum ferimento ou morte foi relatado, mas as autoridades alertaram sobre possíveis fluxos de lava e aumento da atividade na cratera, que continua a ressoar.

Assim,  os moradores das regiões próximas foram aconselhados a ficar a 5 km afastados da entrada da cratera. As viagens aéreas não foram afetadas até agora pelas cinzas, disse o Ministério dos Transportes.

Sinabung está entre os mais de 120 vulcões ativos na Indonésia, que está sujeita a turbulências sísmicas devido à sua localização no “Anel de Fogo” do Pacífico, um arco de vulcões e falhas geológicas que circundam a Bacia do Pacífico.

Fonte NBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes