Warren Buffett e Apple: investidor lucra 40 bilhões de dólares com alta das ações

Participação da Bershire na Apple triplica em valor e Warren Buffett se torna o segundo maior acionista da marca.

ANa última sexta-feira (31), Warren Buffett e Apple bateram novos recordes históricos no mercado de ações. 

A participação da Berkshire Hathaway na Apple – que agora representa 40% de seu portfólio de ações – aumentou US$ 40 bilhões desde a queda do mercado em março.

Segundo o Business Insider, esse ganho mais recente de Warren Buffett e Apple significa que a participação da Berkshire triplicou em valor

De acordo com a CBNC, investir em um negócio tão sofisticado foi um movimento ousado para Buffett, que tem como princípios outras áreas de investimentos. A Berkshire comprou seus primeiros 10 milhões de ações da Apple em maio de 2016. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Ainda segundo a CNBC, o investimento de Warren Buffett na gigante da tecnologia teve um papel crucial em ajudar o conglomerado da Berkshire a enfrentar a crise do coronavírus. Pois, os outros pilares de seus negócios, incluindo seguros e energia, sofreram um grande golpe com a pandemia.

Neste período de quatro anos, o “Oracle of Omaha” abandonou sua aversão habitual à tecnologia e aumentou sua aposta para 245 milhões de ações, agora no valor de mais de US$ 95 bilhões, para se tornar o segundo maior acionista da Apple, atrás apenas da Vanguard.

Imagem: Reprodução/ Zana Latif

Warren e Apple: o terceiro maior negócio

De acordo com o boletim de notícias de Buffett, “atualmente, a posição de participação na Apple vale mais de US $ 104 bilhões. Além disso, os lucros do terceiro trimestre da Apple elevaram o preço das ações em 10%, para um nível recorde de 425 dólares na sexta-feira, elevando sua capitalização de mercado para US$ 1,8 trilhão e a tornando a empresa mais valiosa do planeta”.

Warren Buffett também afirmou que depois de seus interesses em seguros e ferrovias, a sua participação na Apple é o terceiro maior negócio da Berkshire. “Não penso na Apple como uma ação. Eu penso nela como nosso terceiro negócio”, argumentou Buffett à CNBC.

O investidor também disse no início deste ano que a Apple é “provavelmente o melhor negócio que conheço no mundo”.

Informar Erro
Fonte CNBC

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes