Pagamento da 6ª parcela do auxílio emergencial começa essa semana

O pagamento da 6ª parcela do auxílio emergencial 2021 acontece nesta semana em todo o Brasil. Quem recebe também do Bolsa Família e está cadastrado no auxílio emergencial, já começa a receber o pagamento da 6ª parcela na sexta-feira, dia 17.

Vale lembrar que o público em geral só irá receber a 6ª parcela do auxílio emergencial 2021 a partir da próxima semana, a contar do dia 21 de setembro, e sacar somente no começo de outubro. Veja o calendário completo nesta matéria.

Pagamento da 6ª parcela do auxílio do Bolsa Família

Portanto, quem é beneficiário do Bolsa Família terá direito ao pagamento 6ª parcela do auxílio emergencial 2021 a partir da sexta-feira, dia 17.

NIS com final 1:

17 de setembro

NIS com final 2:

20 de setembro

- PUBLICIDADE -

NIS com final 3:

21 de setembro

NIS com final 4:

22 de setembro

NIS com final 5:

23 de setembro

NIS com final 6:

24 de setembro

NIS com final 7:

27 de setembro

NIS com final 8:

28 de setembro

- PUBLICIDADE -

NIS com final 9:

29 de setembro

NIS com final 0:

30 de setembro

Pagamento da 6ª parcela do auxílio emergencial (público geral)

Contudo, o pagamento para o público em geral só deve acontecer na próxima semana, a partir de 21 de setembro, com os seguintes meses de nascimento:

Janeiro: 21 de setembro

Fevereiro: 22 de setembro

- PUBLICIDADE -

Março: 23 de setembro

Abril: 24 de setembro

Maio: 25 de setembro

Junho: 26 de setembro

Julho: 28 de setembro

Agosto: 29 de setembro

Setembro: 30 de setembro

Outubro: 1º de outubro

Novembro: 2 de outubro

Dezembro: 3 de outubro

Saque da 6ª parcela do auxílio emergencial (público geral)

Por fim, confira aqui o calendário de saques para o público em geral.

Janeiro: 4 de outubro

Fevereiro: 5 de outubro

Março: 5 de outubro

Abril: 6 de outubro

Maio: 8 de outubro

Junho: 11 de outubro

Julho: 13 de outubro

Agosto: 14 de outubro

Setembro: 15 de outubro

Outubro: 18 de outubro

Novembro: 19 de outubro

Dezembro: 19 de outubro

Como sacar a 6ª parcela do auxílio emergencial 2021?

Quem recebe o benefício vai receber uma mensagem informativa, por meio do aplicativo WhatsApp. Dessa forma, haverão informações e detalhes sobre os próximos pagamentos que tem direito.

Assim, você pode sacar pelo aplicativo Caixa Tem, clicando no botão “Saque Auxílio Emergencial”, confirmando seu CPF e outras informações que serão exigidas pela Caixa Econômica Federal. Assim, a pessoa deve ir até um terminal de atendimento da Caixa e inserir as informações solicitadas.

O pagamento das novas parcelas segue o principio de pagamento escalonado de acordo com a data de nascimento para o público geral, e para quem recebe o Bolsa Família, o último dígito do número do NIS.

Ainda posso me cadastrar no auxílio emergencial?

Por conta da dificuldade financeira causada pela pandemia de coronavírus, o benefício federal do auxílio emergencial foi prorrogado, em 2021.

Contudo, ela só vale para quem já fez a inscrição anteriormente, garantindo três parcelas a mais. O último mês previsto de pagamento, é outubro deste ano. Assim, não há como se inscrever mais para ter direito ao recurso.

Dessa forma, o programa teria fim em julho, quando os últimos beneficiários recebessem a quarta parcela. No entanto, a medida foi expandida quando o Brasil passou por uma onda mais forte de casos da covid-19.

Por fim, as últimas duas parcelas, que são a sétima e a oitava, estão previstas para ser pagas a partir de 18 de outubro para cadastrados no Bolsa Família e 20 de outubro para as demais pessoas.

O auxílio vai acabar quando?

Portanto, veja aqui o calendário total de pagamentos do auxílio emergencial, no ano de 2021.

1ª parcela: pagamentos realizados em abril 

2ª parcela: pagamentos realizados em maio

3ª parcela: pagamentos realizados em junho

4ª parcela: pagamentos realizados em julho 

5ª parcela: pagamentos realizados em agosto 

6ª parcela: pagamentos serão feitos no mês setembro

7ª parcela: pagamentos serão feitos no mês de outubro

Por fim, é importante destacar que famílias que dependam desse benefício estarão aptas a pleitear o programa Auxílio Brasil, que deverá sair do papel em setembro. Na prática, é uma repaginação do atual governo federal, do Bolsa Família, ainda que a previsão é de que recebe um reajuste.

Assim, clique aqui para saber se você deverá se encaixar nas regras desse novo projeto.

dataprev auxílio emergencial
Comentários (0)
Comentar