Veja calendário da terceira dose de vacina em SP em setembro

A terceira dose de vacina contra a covid-19 já pode ser aplicada em São Paulo, veja o calendário

São Paulo já aplica a terceira dose de vacina contra a covid-19. Por enquanto, a prefeitura municipal liberou o reforço do imunizante para idosos que tenham 90 anos ou mais, e que receberam a segunda dose há seis meses atrás.

Desde domingo, dia 5 de setembro, esse público está contemplado, e podem se vacinar em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS) da capital paulista, ou em outros pontos listados nesta matéria.

Calendário da 3ª dose de vacina em SP

O calendário de vacinação com a terceira dose de vacina em São Paulo está previsto, por ora, até 10 de outubro, quando deverá incluir os idosos acima de 60 anos. A seguir, confira o cronograma semanal:

Entre 6 a 12 de setembro

90 anos ou mais

Entre 13 a 19 de setembro

85 a 89 anos

Entre 20 a 26 de setembro

80 a 84 anos e imunossuprimidos

Entre 27 de setembro a 3 de outubro

70 a 79 anos

Entre 4 a 10 de outubro

60 a 69 anos

Como tomar a terceira dose de vacina?

Para receber a terceira dose, o idoso deve ir até a UBS mais próxima de sua casa, no dia estipulado, e levar o comprovante de Cadastro de Pessoas Físicas (CPF), carteira de vacinação, comprovante de residência e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS), se tiver. No entanto, quem tiver restrição de mobilidade deverá entrar em contato com a prefeitura municipal para que seja vacinada na própria residência.

No local de vacinação, é recomendado que o indivíduo seja acompanhado por apenas uma pessoa, de forma a evitar aglomerações. Além disso, é obrigatório uso de máscaras, e imprescindível a higiene das mãos com álcool em gel.

Onde se vacinar

Além das UBSs, a prefeitura disponibiliza cinco locais para que os idosos se vacinem, sem sair do carro. Assim, estão disponíveis os drive-thru, além de quatro centros-escolas da cidade.

Na capital, os postos para ir com o veículo estarão na praça Charles Miller, no estádio Neo Química Arena Corinthians, no Autódromo de Interlagos, no Centro de Exposições do Anhembi, na Igreja Boas Novas, e no parque da Vila Prudente.

Os quatro centros-escolas são o da Barra Funda, Vila Mariana, Centro-Escola Geraldo de Paula Souza, além do Centro-Escola Samuel Barnsley Pessoa.

Desde quarta-feira, dia 8,os mega drive-thrus, farmácias e megapostos estão disponíveis para vacinação, das 8h às 17h. Além disso, as UBSs e Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs) ficam abertas das 7h às 19h.

O fluxo de pessoas nos pontos de imunização pode ser visto no site De Olho na Fila. Além disso, a plataforma indica quais imunizantes estão disponíveis para a segunda dose em cada unidade. Por fim, a página oficial Vacina Sampa disponibiliza a lista completa de postos.

Qual vacina aplicam na terceira dose?

Por enquanto, são utilizadas as doses que estiverem disponíveis no em cada ponto de imunização. Ou seja, a depender do estoque, poderão ser utilizadas vacinas da AstraZeneca, Pfizer, ou até mesmo da Coronavac, essa de lotes que foram aprovados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Com a chegada de mais remessas nas próximas semanas, a expectativa é de que seja priorizada a Pfizer para aplicação desse reforço.

Quem tomou a primeira e segunda dose de qualquer outra vacina poderá receber a terceira dose, desde que o ciclo vacinal tenha sido feito em, no mínimo, seis meses atrás. Logo, quem recebeu a segunda dose, ou dose única, há 180 dias.

Até a última terça-feira, dia 7, pelo menos 24,1 mil idosos se vacinaram com a dose de reforço, em São Paulo.

Cadastro

Vale lembrar que o cadastro pode ser feito no site da Secretaria Municipal de Saúde para agilizar o procedimento e certificar que a documentação está correta.

Quem for receber a terceira dose, tem de garantir que está com o CPF, carteirinha de vacinação e cartão do SUS, caso tenha.

Além disso, os moradores têm de levar documento que comprove a residência em São Paulo. Esse documento pode ser físico, em papel, ou digital. São aceitos, por exemplo, uma conta recente de energia elétrica ou uma de água.

Xepa

Além disso, a pasta abriu a “xepa” de terceira dose de vacina em São Paulo, para pessoas a partir de 60 anos e imunossuprimidos, que podem ser pacientes transplantados, ou que fazem quimioterapia para tratamento de câncer ou hemodiálise, por exemplo.

De qualquer forma, o reforço pela xepa também é válido apenas para idosos que moram na capital paulista, e que tomaram a segunda dose há mais de seis meses. A documentação é a mesma, e o indivíduo precisa ir até uma UBS para fazer o cadastro prévio, presencialmente, e aguardar ser chamado quando sobrar imunizantes no posto de saúde.

Além disso, podem se cadastrar para a aplicação do reforço vacinal, pessoas imunossuprimidas com mais de 18 anos que tomaram a segunda dose ou única há pelo menos 28 dias.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes