Tom Veiga morreu de AVC hemorrágico; saiba como prevenir

O intérprete de Louro José, Tom Veiga, morreu neste domingo (1), em decorrência de um AVC hemorrágico, que, segundo a OMS, é a causa da morte de cinco milhões de pessoas no mundo. Veja algumas recomendações para evitá-lo.

O ator, Tom Veiga, intérprete do personagem Louro José, morreu no domingo (1), após um AVC hemorrágico por conta de um aneurisma cerebral, segundo o Instituto Médico Legal do Rio de Janeiro, divulgado ao-vivo nesta segunda-feira (2), durante o Mais Você, na Rede Globo. Veiga estava ao lado da apresentadora, Ana Maria Braga, há mais de 20 anos dando vida ao boneco falante.

O AVC – Acidente Vascular Cerebral –  hemorrágico, considerado letal na maioria dos casos – é um sangramento causado pelo rompimento de um vaso cerebral, motivado principalmente por hipertensão, ruptura de um aneurisma e doenças cardíacas.

Algumas recomendações no dia a dia podem ser cruciais para evitar esse tipo de AVC – que, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), é o responsável pela morte de cinco milhões de pessoas no mundo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Veja como prevenir o AVC

Reduza o açúcar

O excesso de glicose no sangue pode aumentar a coagulação e deixá-lo mais viscoso. É importante  diminuir o consumo de alimentos com açúcar e seguir recomendações médicas para controle da diabetes.

Modere em alimentos gordurosos

O colesterol em excesso no sangue pode aumentar o espessamento e endurecimento das artérias. Placas de colesterol, em decorrência de alimentos muito gordurosos, se depositam lentamente na artéria, fazendo com que ela se feche aos poucos e impeça a passagem de fluxo sanguíneo – o que provoca o endurecimento das artérias, prejudicando a oxigenação do cérebro e aumentando o risco de AVC.

Pratique exercícios físicos

A prática de atividades físicas é importante para controlar quase todos os fatores de risco do AVC. Por outro lado, a falta desse hábito e a obesidade só aumentam as chances – por isso é fundamental praticar exercícios regulares, ao menos, 2x por semana.

Evite  o cigarro

O tabagismo faz com que a coagulação do sangue aumente, deixando-o mais grosso e o fluxo nas artérias, prejudicado – aumentando as chances de AVC.

Faça exames de rotina

O controle periódico da saúde pode ajudar a identificar a probabilidade de sofrer um AVC, por isso a importância de realizar exames de sangue – para avaliar controle de taxas de glicose, colesterol e pressão arterial – e o risco de doenças cardiovasculares, com ultrassonografia, angiotomografia, angioressonância, ecocardiograma e holter

Durma bem

Dormir entre 7 e 9 horas por dia é o suficiente para regenerar as células lesadas durante o dia. O sono irregular ou a falta dele aumenta a pressão arterial e a arritmia cardíaca, além de impactar no estresse e na ansiedade.

 

 

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes