Estilista de David Bowie, Kansai Yamamoto, morre aos 76 anos

O artista japonês, pioneiro da indústria fashion no país, ficou famoso no mundo inteiro ao criar figurinos extravagantes para o cantor.

Kansai Yamamoto, que ganhou fama ao redor do mundo como estilista de David Bowie, morreu de leucemia aos 76 anos. Apesar de sua filha ter anunciado o falecimento apenas na segunda-feira (27), o fato ocorreu na semana anterior, em 21 de julho.

Nascido na cidade japonesa de Yokohama, em 1944, Yamamoto chegou a cursar engenharia antes de seguir seu coração e migrar para a indústria da moda. De acordo com um artigo publicado pela revista Vogue, ele acreditava que “o design é autorrealização”.

Para ele, as roupas representavam um grito de rebeldia, visto que rejeitava as normas rígidas da sociedade. Foi assim que, quebrando barreiras, Yamamoto se tornou o primeiro estilista japonês a desfilar em Londres, em 1971 – momento que marcou sua estreia internacional.

A BBC publicou as palavras da atriz Mirai Yamamoto, filha do artista. “Para mim, meu pai não era apenas uma alma elétrica e energética que o mundo conheceu, mas alguém gentil, bondoso e amoroso”, afirmou.

 

Consagração como estilista de David Bowie

 

Grandes nomes da música, como Elton John e Stevie Wonder, vestiram peças desenhadas por Yamamoto. Entretanto, suas criações mais famosas foram, sem dúvida, os figurinos desenvolvidos para o cantor David Bowie. Isso vale, principalmente, para os guarda-roupas das turnês Ziggy Stardust e Aladdin Sane (1972-1973).

Nesse período, foram criados dois dos itens mais icônicos vestidos por Bowie e assinados pelo estilista japonês. Em primeiro lugar, o macacão de látex conhecido como “Tokyo Pop”, de 1973.

estilista de David Bowie
David Bowie e o macacão “Tokyo Pop” de 1973. Foto: Reprodução

Depois, o body de malha chamado de “Knitted Jumpsuit”, do mesmo ano.

estilista de David Bowie criou diversos figurinos
Bowie durante a turnê Ziggy Stardust. Foto: Reprodução

O olhar visionário e único de Kansai Yamamoto

estilista de David Bowie Kansai Yamamoto
Desfile da Louis Vitton em 2018 por Kansai Yamamoto. Foto: Reprodução

Os desenhos do eterno estilista de David Bowie apresentavam uma combinação de elementos japoneses tradicionais com temas da cultura pop. Como resultado, suas peças eram cheias de cores e formas singulares.

Não só a ousadia e a extravagância marcaram a carreira de Yamamoto, mas também o fato de trabalhar sem ter um gênero específico em mente. Dessa forma, suas peças podiam ser usadas tanto por homens quanto por mulheres. Apesar disso, sua clientela era, na maioria das vezes, feminina.

O artista também gostava de envolver o público em seus desfiles. Foi assim que, em 1993, durante sua apresentação “Hello!! Russia”, em Moscou, ele vestiu 120 mil espectadores.

De acordo com a revista L’officiel, antes de falecer o estilista japonês vinha trabalhando no Nippon Genki Project 2020 Super Energy. Essa será a primeira transmissão on-line de sua marca.

A companhia decidiu que o evento segue programado para o dia 31 de julho e que, agora, será realizado em homenagem a Yamamoto.

- continue lendo -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes