O que é Slow Living e como aderir ao movimento

Desacelerar é importante e você pode adotar um estilo de vida mais tranquilo. Saiba como.

O Slow Living é um movimento que está ganhando milhares de adeptos no mundo e tem chamado atenção de muitas pessoas no Brasil. 

Mas o que é o movimento? Como você pode fazer para aderir a esse movimento? 

O DCI preparou um guia completo para apresentar o Slow Living para você. Vem com a gente e confira a importância desse movimento. 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

O que é o Slow Living?

Quanto tempo faz que você tirou um tempo só para você? Qual foi a última vez que você fez algo com 100% de concentração? Nos últimos meses, você desfrutou de uma bela vista de forma consciente? 

É sobre isso que o Slow Living fala. O movimento defende a importância de desacelerar e curtir a vida e as relações de forma mais consciente.

Assim, o Slow Living é um movimento que busca, além de melhorar a saúde e promover o bem-estar, aprimorar as relações dos homens com a natureza e valorizar os vínculos emocionais.

Com a correria do dia a dia, muitas pessoas não desfrutam do presente como deveriam. Até mesmo na hora de se alimentar, não conseguem estar presentes durante aquela refeição, pensando em outros assuntos ou até mesmo teclando no celular. 

Assim, o movimento Slow Living tenta nos ajudar a valorizar esses pequenos momentos durante o dia, desacelerando um pouco e tornando a rotina mais leve e suave. 

Mas quando nasceu o movimento?

 

Movimento Slow Living
Imagem: Unsplash

O Slow Living nasceu nos anos 80, na Itália, a partir de um movimento chamado Slow Food,  que ia de encontro aos famosos fast food. O slow food é um movimento pela valorização do ato de comer que vai desde a escolha do alimento até a mastigação. 

Então, essa teoria do slow food foi trazida por outros setores da vida, como relações interpessoais, profissão e muito mais.

Como adotar o Slow Living?

Mas como adotar o Slow Living e ter uma rotina mais consciente? Confira as dicas para inserir o movimento no seu dia a dia e ter uma vida mais tranquila e equilibrada:

Uma coisa de cada vez

O primeiro passo é aprender a fazer uma coisa de cada vez. Não adianta querer dar conta de tudo em simultâneo, isso vai fazer com que você se estresse mais e não consiga se dedicar 100% a nenhuma das duas coisas.

Viva o presente

mindfulness nos traz a lição de que é essencial que estejamos “presentes no presente”, que vivenciemos o momento atual. Por exemplo, dedicar-se a uma refeição é uma forma de estar vivendo o presente.

Fique off por um tempo

Desligar-se do mundo digital é essencial no movimento Slow Living. As Redes Sociais nos bombardeiam com informações constantes e conteúdos visuais.

Por isso, é importante tirar um tempo para desligar a Internet e ficar um pouco com você mesmo. Aproveite sua companhia, leia um livro, assista a um filme ou simplesmente descanse.

Cuide das suas relações

É essencial para uma vida mais desacelerada que você valorize e cuide das suas relações. Esteja presente para as pessoas, ouça e acolha. Isso é muito importante.

Perceba suas escolhas

Esteja consciente das escolhas que você faz, principalmente, nas escolhas relacionadas ao tempo. Com o que você tem gastado o seu tempo? Você usa o seu tempo para algo que te engrandece?

Faça essas reflexões e perceba mais como estão as suas escolhas no dia a dia.

Consumo consciente

Outra forma de adotar o Slow Living é consumir de forma mais consciente. Evite hábitos de consumo exagerados e tenha em mente o conceito de sustentabilidade.

Tente levar uma vida mais simples, com mais desapego ao material.

Alimentação equilibrada

Alimente-se de forma equilibrada e consciente, adotando o estilo slow food e percebendo as reações do seu corpo ao consumir os alimentos.

Slow Living
Imagem: Unsplash

Faça pausas

Além disso, é muito importante que você faça pausas ao longo do dia. Em um dia de trabalho, por exemplo, tire alguns minutos para desacelerar e esvaziar a mente. É muito importante para a sua saúde mental.

Seja paciente

É muito importante que você seja paciente consigo mesmo. Aprenda a ser mais compreensivo com você e procure ser mais resiliente com as situações do dia a dia.

Dessa forma, o movimento Slow Living tem ganhado muito destaque e milhares de adeptos que desejam uma vida menos corrida e mais tranquila.

Assim, com pequenas atitudes no dia a dia, você se aproxima de uma vida mais relaxada e consciente. Logo, você estará notando benefícios dessa técnica.

Que tal começar com alguns passos?

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes