Passe livre em São Paulo: quem tem direito e como conseguir?

Muitos estudantes podem andar gratuitamente nos transportes públicos de SP. Isso ocorre em razão do passe livre em São Paulo, que vale para alunos do ensino regular, técnico ou superior. O formulário para conseguir a gratuidade em 2021 já está disponível no site da EMTU/SP, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.

Segundo o governo paulista, no ano passado a EMTU/SP emitiu cerca de 88,8 mil passes escolares nas cinco regiões metropolitanas do estado. Foram 50,7 mil passes livres e 38,1 mil de meia tarifas.

Quem tem direito ao passe livre em São Paulo?

Para conseguir ter acesso ao passe livre de São Paulo, o estudante do ensino regular, técnico ou superior deve ter renda per capita inferior a 1,5 salário mínimo. Em 2021, o salário mínimo é de R$ 1.100.

- PUBLICIDADE -

Além disso, os alunos que não se encaixarem na regra da gratuidade, podem solicitar a meia tarifa. Sendo assim, haverá desconto de 50% nas passagens. Ao passo que, os professores podem solicitar a meia tarifa caso residam em um município e lecionem em outro da mesma região metropolitana.

Como solicitar?

Para que o estudante possa fazer a solicitação do passe livre em São Paulo, é preciso que a instituição de ensino tenha feito um cadastro prévio no site da EMTU/SP para o benefício do transporte intermunicipal.

Então, o aluno deve acessar esse mesmo site e ir até a seção de “Bilhetes e Cartões” Feito isso, a orientação é ir até o item de “Passe Escolar” e clicar na região metropolitana em questão (São Paulo, Baixada Santista, Campinas, Vale do Paraíba/Litoral Norte ou Sorocaba).

Em seguida, será possível ver o regulamento do passe livre, bem como preencher o formulário para requisição ou revalidação. Ao finalizar esse preenchimento e enviar os documentos devidos é preciso pagar um boleto bancário no valor de R$ 23,45. No geral, o benefício pode ser liberado em até 20 dias após a solicitação.

 

Leia também:

Comentários (0)
Comentar