São Paulo tem uma das melhores ofertas de serviço inteligente

São Paulo foi classificada em segundo lugar no Ranking Connected Smart Cities e lidera as categorias Mobilidade e Acessibilidade

São Paulo – São Paulo, a cidade mais populosa e com maior PIB do País, tem também um dos maiores potenciais para desenvolvimento sustentável e para oferta de serviços públicos com inteligência. A capital paulista foi classificada em segundo lugar no Ranking Connected Smart Cities, atrás apenas do Rio de Janeiro. O ranking, elaborado pela Sator e a empresa Urban Systems, foi divulgado ontem durante o evento Connected Smart Cities.

A cerimônia de premiação reuniu prefeitos de municípios de todo o País. No total, 700 municípios foram mapeados e os 50 mais desenvolvidos foram classificados. Foram avaliados em duas subdivisões. A primeira por faixa populacional – até 100 mil habitantes, de 100 mil a 500 mil e acima de 500 mil habitantes. A segunda por segmento, que apontou as cinco melhores em diversos quesitos, como urbanismo, meio ambiente e saúde.

Mobilidade em São Paulo

São Paulo - metrôSão Paulo ficou em primeiro lugar nas categorias Mobilidade e Acessibilidade. O secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto, estava presente na cerimônia. Ao receber o prêmio, Tatto afirmou que as cidades inteligentes devem priorizar as pessoas e a ocupação do espaço público. “Cidades modernas não são aquelas que fazem mais viadutos, túneis e pontes, mas que priorizam as pessoas e também democratizam o viário.”Tatto defendeu o esforço de São Paulo pela desprivatização dos viários. “Não vou falar mal do uso do carro, não posso”, afirmou o secretário. “Mas o que se discute é a democratização do espaço público. O problema é que o veículo individual ocupa um espaço sete vezes maior que o pedestre”. Tatto também recebeu o prêmio pelo segundo lugar da cidade no ranking geral, representando a prefeitura.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em relação às cidades inteligentes, Tatto defendeu a abertura de protocolos no desenvolvimento tecnológico municipal. “As cidades são reféns das tecnologias proprietárias, que encarecem e tornam as cidades escravas dessas”, disse, e lembrou que a cidade proíbe protocolos fechados, “para possibilitar a concorrência”, diz Tatto.

Outras cidades

EnergiaAlém da capital, outro município do Estado de São Paulo está entre as dez primeiras no ranking geral: São Caetano do Sul, que ocupa o sexto lugar. É a única cidade do ranking que não é a capital de estado. São Caetano também lidera a categoria Segurança. Segundo o prefeito Paulo Pinheiro, que recebeu o prêmio na cerimônia, o município conseguiu bons resultados ao organizar a gestão das forças táticas, através de um acordo entre as polícias militar e civil e a guarda municipal. “Também entregamos novas viaturas à guarda municipal, com tecnologia para os guardas direcionarem suas ações. Eles se conectam à central, com profissionais que os orientam”.

Outra cidade paulista lidera o ranking por categorias, Pirassununga ficou em primeiro lugar no quesito Energia. O secretário de Obras e Serviços, Almiro Sinotti, atribuiu a conquista aos incentivos à indústria de biomassa na geração de energia, ao controle de perdas nos prédios públicos e à participação da população na busca de fontes alternativas. “O investimento em educação ambiental fez os munícipes participarem diretamente nesse processo”, disse.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes