14º salário do INSS: entenda a proposta e o que se sabe até agora

O 14º salário segue em tramitação no Senado e sugere o pagamento extra do abono anual. As parcelas do 13º foram antecipadas em maio e junho.

Há chance de ser pago um 14º salário aos aposentados do INSS? A discussão surge dentro do contexto da pandemia da Covid-19 e suas consequências econômicas. Em tramitação no Senado, o Projeto de Lei n° 3657, propõe e os aposentados e pensionistas recebam em dobro o abono em 2020.

A proposta do 14º salário (R$ 1.045,00) é destinada a aposentados e beneficiários que recebem auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão e pensão por morte. Além disso, o texto sugere o pagamento no valor de um salário mínimo, em uma tentativa de minimizar os impactos da crise. Mas afinal, o salário extra será pago ainda esse ano? Entenda a situação.

 

Como surgiu a proposta do 14º salário?

A proposta de criação de um 14º salário para aposentados e pensionistas do INSS foi feita por um advogado de São Paulo, teve o apoio de mais de 66 mil pessoas, no período entre 1º a 7 de junho de 2020, e foi encaminhada à Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Em seguida, a ideia foi adotada pelo senador Paulo Paim (PT-RS), que assumiu a relatoria da proposta e a transformou em projeto de lei nº 3657.

O senador, ao defender a proposta, afirmou que a medida é não só de caráter humanitário, de amparo a categorias vulneráveis da sociedade. Mas também, para a dinâmica econômica. Segundo Paulo Paim,  “o dinheiro destinado aos segurados e dependentes retorna muito rápido para o comércio em geral, possibilitando um aquecimento na economia nacional já no início de 2021 e podendo assim alavancar outros setores”.

Além disso, o senador argumentou que muitos aposentados tiveram aumento nas despesas em razão da pandemia.  “Na realidade do nosso vasto Brasil os aposentados e pensionistas, na grande maioria, ajudam a sustentar toda a família. Antes da pandemia, mais de 10 milhões de pessoas já dependiam da renda dos idosos para viver.”

 

Pagamento do 14º salário

O 14º salário tem caráter emergencial, por isso, precisa ter aprovação ainda este ano para que os aposentados e pensionistas do INSS recebam o abono extra. Contudo, o senador Paulo Paim (PT-RS), relator do PL, pretende seguir com a proposta em 2021, caso não tenha aprovação neste ano.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o senador avalia que o caminho para aprovação é longo e, prevê que o benefício só virá em 2021. “Vamos insistir, mesmo que fique para o ano que vem, porque a crise vai continuar”, comentou Paim.

Vale lembrar que o texto que sugere o pagamento do 14º salário para aposentados e pensionistas do INSS  ainda segue em análise, sem previsão de votação pelo Senado. Ainda assim, se tiver aprovação dos senadores, terá que passar pela Câmara dos Deputados e depois irá para sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

 

Enquete à população

O Projeto de Lei nº 3657/2020 que prevê o 14º salário também virou enquete do Instituto DataSenado. Segundo a pesquisa pública sobre a proposta, 99% dos entrevistados concordam com a criação do benefício emergencial.

Além disso, o mesmo percentual considera que o 14º salário do INSS pode estimular a economia. E, todos os participantes, acreditam que “é importante o amparo social para os beneficiários”.

Ao receber o resultado da pesquisa, o senador e relator do PL, Paulo Paim, comentou as respostas nas redes sociais. “O DataSenado mostra que a maioria concorda com a criação do 14º salário para aposentados e pensionistas. O PL 3.657/2020, de nossa autoria, beneficia 35 milhões; 70% ganham um salário mínimo. Com a pandemia, a crise piorou. Uma questão de justiça”, afirmou.

Vale lembrar que o abono natalino extra sugere o pagamento de um salário mínimo, ou seja, R$ 1.045, para aposentados e beneficiários do INSS que recebem auxílio-doença, auxílio-acidente, auxílio-reclusão e pensão por morte.

Por fim, a enquete DataSenado contou com 32.820 participantes entre os dias 1º de outubro e 2 de novembro.

 

Leia também

Duas propostas do 14º salário estão em andamento; entenda cada uma

13º salário do INSS terão parcelas adiantadas em 2021

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes