7 formas de conseguir o número do PIS em 2022

É possível consultar o número por meio de telefone, aplicativos no celular ou sites oficiais

O número do PIS identifica os trabalhadores junto ao governo e à Previdência Social. Ele é emitido quando o cidadão conquista seu primeiro emprego com carteira assinada e garantem alguns direitos trabalhistas. Mas como esse número é utilizado com pouca frequência, é normal não lembrar dele sempre que necessário, então, veja a seguir conseguir o número do PIS

Como conseguir o número do PIS?

Atualmente essa informação pode ser obtida tanto pela internet, quanto de forma presencial. Para facilitar que o trabalhador tenha acesso a esse número, o governo disponibiliza alguns canais de comunicação oficiais. Portanto, confira as 7 formas de como conseguir o número do PIS. 

1. Carteira de trabalho

Os trabalhadores que possuem o modelo antigo da carteira de trabalho (CTPS) e querem saber como conseguir o número do PIS, podem conferir no documento.

O número do PIS costumava ser anotado nas últimas páginas da CTPS, portanto, busque a seção de “Anotações Gerais”. No modelo novo da carteira de trabalho, o número do PIS está registrado na primeira página. 

2. Número do PIS na CTPS Digital

Esta é a carteira de trabalho digital criada pelo governo para que os trabalhadores possam acessar suas informações via celular. Assim, faça download do aplicativo e se cadastre.

Depois, clique em “Entrar”, informe o CPF e a senha e escolha a opção “Contratos”. Para saber o número do PIS, basta clicar no ícone “+”. Nesta plataforma o cidadão também pode acompanhar todos os seus contratos profissionais e informações trabalhistas. 

3. Cartão Cidadão

Os trabalhadores que possuem o cartão cidadão também podem conferir o número do PIS que está impresso no dispositivo que dá acesso ao saque de benefícios liberados pelo governo. Quem não possui o cartão cidadão pode fazer a solicitação em uma das agências da Caixa Econômica Federal. 

4. Extrato de FGTS

Dentre as formas de saber como conseguir o número do PIS, ressaltamos o extrato do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço). Esse documento pode ser emitido por meio do site da Caixa Econômica Federal. Basta cadastrar os dados pessoais dos trabalhadores e uma senha.

Feito isso, procure pela opção “FGTS” para conferir o extrato de pagamentos, onde é possível conferir o número do PIS que fica na parte superior do documento, juntamente com as informações do trabalhador.

5. Site do CNIS

A numeração do PIS pode ainda ser acessado por meio do site do CNIS (Cadastro Nacional de Informações Sociais) no endereço cnisnet.inss.gov.br, onde os trabalhadores podem acessar suas informações sociais.

Neste caso, clique na opção “Cidadão” e procure pela “Inscrição”. Informe os dados pessoais, como nome, nome da mãe, data de nascimento e CPF. Depois, clique em “Continuar” para conferir as informações e ter acesso ao número do PIS.

6. Agências da Caixa

Dentre outras opções para saber como conseguir o número do PIS, destacamos ainda o atendimento presencial nas agências da Caixa. Para isso, tenha em mãos um documento de identificação com foto e solicite informações sobre o número do PIS. 

7. Telefone para consultar número do PIS

Quem deseja saber como conseguir o número do PIS de forma mais simples, entenda que também é possível consultar o número do PIS por telefone, utilizando apenas o CPF. Quem preferir esta opção deve ligar para o número 0800-726-0207 a fim de receber atendimento na Central da Caixa Econômica Federal de segunda a sexta, no horário das 8h às 21h.

Aos sábados, o atendimento é feito das 10h às 16h. Também é possível fazer consultas eletrônicas que estão disponíveis 24h durante sete dias da semana. Informações também podem ser obtidas por meio da central Alô Trabalhador, que está disponível pelo telefone 158. 

Quando vou utilizar o número do PIS?

Além de identificar o trabalhador, o registro do número de PIS é usado quando o cidadão precisa fazer a consulta do seu abono anual que funciona como uma espécie de 14º salário. Para isso, é preciso que o cidadão atenda aos seguintes requisitos:

  • tenham inscrição no PIS/PASEP há 5 anos;
  • recebam menos de dois salários mínimos;
  • tiveram vínculo empregatício por pelo menos 30 dias no ano-base.

Neste ano o governo está realizando o pagamento do abono referente ao ano-base 2020. O calendário regular de pagamentos se estende até o dia 31 de março, mas os trabalhadores podem realizar o saque do dinheiro até o dia 29 de dezembro. 

O cidadão também utiliza o número do PIS quando precisar dar entrada em sua aposentadoria ou fazer a solicitação do seguro-desemprego. Além disso, a principal função dos programas é bonificar o cidadão anualmente por meio do abono salarial.

Relacionado 

Cota do PIS: quem tem direito ao resgate em 2022

Você pode gostar também