Auxílio Emergencial residual: 1ª parcela de R$ 300 será paga a partir de quarta

O pagamento de R$ 300 é para beneficiários fora do Bolsa Família. Veja quem pode receber:

0 278

A primeira parcela da extensão do auxílio emergencial residual será paga a partir de quarta-feira (30), segundo calendário divulgado em edição extra do Diário Oficial da União nesta segunda-feira. O pagamento de R$ 300 é para beneficiários fora do Bolsa Família.

Auxílio Emergencial residual

Segundo o Ministério da Cidadania, o calendário seguirá o mês de nascimento dos beneficiários, ou seja, os créditos se iniciarão por aqueles nascidos em janeiro, depois fevereiro, março e assim sucessivamente, em poupança social digital já existente em nome do beneficiário.

 

Os primeiros beneficiados na nova fase são aqueles que foram contemplados com o benefício em abril, atenderam aos critérios previstos na MPV nº 1.000/2020 , e já terminaram de receber as cinco parcelas do auxílio emergencial, ficando sem descontinuidade no recebimento do benefício. As pessoas que se tornaram elegíveis em maio, junho e julho terão os novos valores creditados em outubro, novembro e dezembro, respectivamente, após o fim do pagamento do auxílio. De acordo com a MPV, a extensão será paga em até quatro parcelas, encerrando-se, obrigatoriamente, em dezembro de 2020.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Os valores continuarão sendo depositados na poupança social digital da Caixa, bem como os saques seguirão um calendário diferente, para que o distanciamento social nas agências bancárias continue sendo respeitado, contribuindo para minimizar a disseminação do novo coronavírus.

Veja o calendário do benefício completo aqui.

Quem tem direito?

Os beneficários do Auxílio Emergencial Residual são aqueles que receberam, pelo menos, uma parcela do Auxílio Emergencial. Contudo, há exceções.

Dessa maneira, os requisitos para recebimento são os mesmos, isto é, cidadãos com mais de 18 anos, desempregados, trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEIs) e pessoas de baixa renda. Além disso, não ter renda mensal familiar superior a três salários mínimos, R$ 3.135.

Como receberei o benefício?

Auxílio Emergencial Residual seguirá os padrões do benefício anterior. Dessa forma, os beneficiários acompanharão as parcelas pelo App Auxílio Emergencial e receberão pelo App Caixa Tem.

Além disso, saque e transferências bancárias seguem previstos. Mas também, realização de compras on-line continuam valendo, nos mesmos moldes do Auxílio Emergencial.

O acompanhamento do benefício também pode ser realizado pelo site da Caixa – Auxílio Emergencial.

Todos os cadastrados receberão as quatro parcelas?

Não necessariamente. As quatro parcelas, ou seja, os pagamentos de setembro, outubro, novembro e dezembro serão para quem começou receber o benefício em abril. Além disso, o Tribunal de Contas da União (TCU) analisará todos os beneficiários até então, a fim de avaliar quem receberá as demais parcelas.

Informar Erro
Através da Agência Brasil

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes