Caixa libera datas do auxílio emergencial até o fim do ano

Nesse momento, a Caixa Econômica Federal está concluindo o terceiro ciclo de pagamentos do auxílio emergencial

Se você está recebendo o benefício do auxílio emergencial liberado pelo governo federal para ajudar os brasileiros durante a crise econômica causada pela pandemia, fique atento aos ciclos de pagamento. A Caixa Econômica Federal está depositando os valores na conta digital dos brasileiros que têm direito ao benefício.

Quando vou receber o auxílio emergencial?

Atualmente, a Caixa está terminando o pagamento do terceiro, equivalente a sexta parcela para alguns beneficiários e a primeira parcela da extensão do programa para outros.

Mas, para seguir dentro do cronograma de pagamentos, o banco começou o quarto ciclo, que inclui a sétima parcela do auxílio emergencial para aqueles que foram aprovados em abril deste ano.

Na sequência, a Caixa irá depositar as parcelas oito e nove do auxílio, dentro dos ciclos de números 5 e 6, respectivamente. Tudo isso para conseguir acabar com os pagamentos dentro do ano de 2020.

Confira, abaixo, o esquema da Caixa Econômica Federal para os pagamentos do auxílio emergencial:

6ª parcela

Calendário auxílio emergencial

Para fechar terceiro ciclo, a Caixa ainda depositou o benefício para nascidos em outubro, na quarta-feira, dia 28 e nascidos em novembro, nesta quinta-feira, dia 29. Os nascidos em dezembro terão o crédito no domingo, dia 1º de novembro.

7ª parcela

Calendário auxílio emergencial

O quarto ciclo pagará sétima parcela do auxílio emergencial para alguns beneficiários nesta sexta-feira, dia 30. Os nascidos em janeiro receberão R$ 300.

8ª parcela

Calendário auxílio emergencial

O quinto ciclo traz a oitava parcela no dia 22 de novembro para os nascidos em janeiro. Nesta fase, os depósitos, divididos por mês de nascimento, serão mais próximos.

9ª parcela

Calendário

O último calendário traz o sexto ciclo 6 em 13 de dezembro. Nesta data, nascidos em janeiro e fevereiro terão acesso ao auxílio emergencial.

Saiba mais: Décimo terceiro salário deve injetar R$ 208 bilhões na economia; comerciantes esperam melhoria no setor

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.