Décimo terceiro salário deve injetar R$ 208 bilhões na economia

Ainda assim, segundo a Confederação Nacional do Comércio, o montante é 5,4% inferior ao registrado no ano passado

Setores do comércio já começam a fazer projeções sobre o impacto do décimo terceiro salário na economia brasileira. O pagamento deve injetar algo em torno de R$ 208 bilhões este ano.

Décimo terceiro menor em 2020

No entanto, segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgou nesta quinta-feira, dia 29 de outubro, em valores reais, o montante é 5,4% inferior ao registrado em 2019.

De acordo com o órgão, a queda de 5,4% é a maior retração anual desde o início do acompanhamento realizado pela CNC, em 2012.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

A Confederação aponta que um dos motivos para a queda no montante do décimo terceiro é a Medida Provisória 936 deste ano, que autorizou a redução do salário proporcional à jornada e a suspensão temporária do contrato de trabalho, com a justificativa de preservar empregos em meio à pandemia da covid-19.

Saiba mais: Comércio varejista do Brasil atinge maior patamar de vendas em 20 anos

A CNC usa dados do Ministério da Economia que mostram que, entre abril e agosto foram firmados 16,1 milhões de acordos entre patrões e empregados no âmbito da MP 936, sendo 7,2 milhões de suspensão do contrato de trabalho 3,5 milhões de redução de 70% da jornada.

Segundo a CNC, o vencimento médio pago em 2020 (R$ 2.192,71) terá um recuo de 6,6% em comparação ao valor de 2019 (R$ 2.347,55). O presidente da CNC, José Roberto Tadros, atribui a queda do montante do décimo terceiro ao recuo expressivo da atividade econômica e do avanço da informalidade. (Com informações da Agência Brasil)

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes