Calendário Auxílio Brasil: quem são os últimos a receber em 2021?

Benefício será pago até o dia 23 de dezembro

O Auxílio Brasil começou a ser pago em novembro às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza e, no dia 10 de dezembro, os beneficiários que faziam parte do extinto programa Bolsa Família começaram a receber a segunda parcela do novo benefício. Em função dos feriados de Natal e Ano Novo, no entanto, o calendário do Auxílio Brasil foi antecipado em alguns dias e todos os pagamentos serão feitos até o dia 23 de dezembro. Confira as datas e saiba quem são os últimos a receber o benefício em 2021.

Calendário do Auxílio Brasil termina no dia 23

A segunda parcela do Auxílio Brasil já está sendo paga para 14,5 milhões de brasileiros desde o dia 10 de dezembro. O calendário, que estava seguindo as mesmas datas do Bolsa Família, foi antecipado no mês de dezembro por conta dos feriados de Natal e Ano Novo. Os pagamentos são feitos de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS) e liberados somente em dias úteis.

Sendo assim, o calendário do Auxílio Brasil ainda tem algumas datas de pagamento para este ano. A partir de segunda-feira, dia 20, o valor de R$ 400 será creditado para os últimos beneficiários que têm direito a receber o benefício em 2021. Os pagamentos serão feitos até a antevéspera do Natal, dia 23, contemplando quem tem NIS final 0. Confira como fica o calendário nos próximos dias:

Beneficiários com NIS final 7 – 20 de dezembro, segunda-feira

Beneficiários com NIS final 8 – 21 de dezembro, terça-feira

Beneficiários com NIS final 9 – 22 de dezembro, quarta-feira

Beneficiários com NIS final 0 – 23 de dezembro, quinta-feira

Quem tem direito ao benefício?

Auxílio
Famílias de baixa renda têm direito ao benefício. Foto: reprodução/marcello casal jr. /agência brasil

Para receber o Auxílio Brasil, é preciso seguir algumas regras. O benefício é destinado a famílias em situação de extrema pobreza (com renda per capita de até $100) e de pobreza (renda até $200 por pessoa). Também é preciso comprovar frequência escolar dos membros familiares com idade de até 21 anos, esquema vacinal completo das crianças com menos de 7 anos e acompanhamento pré-natal, se houver alguma gestante na família.

Além disso, a família deve estar no CadÚnico. Porém quem recebia o Bolsa Família foi automaticamente transferido para o Auxílio Brasil. Para saber a situação cadastral, a consulta pode ser feita pelo site, pelo aplicativo do CadÚnico para celular ou pelo telefone 0800 707 2003 (ligação gratuita). Se o cadastro tiver que ser atualizado, o responsável familiar deve procurar o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo.

Como vai ficar o Auxílio Brasil em 2022?

Em 2022, o Governo Federal pretende ampliar o pagamento do Auxílio Brasil, chegando a 17 milhões de pessoas beneficiadas. Nesta semana, o Congresso promulgou a PEC dos Precatórios, que abre caminho para a continuação do benefício no próximo ano e para a ampliação do número de beneficiários. No entanto, o calendário e outros detalhes do Auxílio Brasil para janeiro ainda não foram divulgados pelo governo.

Você pode gostar também