Calendário Bolsa Família: pagamentos do auxílio de R$300 de novembro

Mais de 13,6 milhões de famílias do programa estão recebendo o auxílio emergencial. O calendário de repasse dos valores são mensais e de acordo com o número final do Número de Identificação Social (NIS)

O Bolsa Família é um programa de transferência de renda que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. Com 14,2 milhões de famílias atendidas, mais de 13,6 milhões estão recebendo o auxílio emergencial. Dessa forma, o calendário de repasse dos valores do benefício para o Bolsa Família são mensais através do número final do Número de Identificação Social (NIS).

 

Como funciona o auxílio emergencial extra para o Bolsa Família?

Os beneficiários do Bolsa família seguem um calendário próprio, e foram divididos em ciclos criados pelo Ministério da Cidadania. Apesar de cerca de 95% dos beneficiários terem migrado automaticamente para o auxílio, segundo dados do Governo e Dataprev, muitos deles podem ter sido excluídos por deixarem de cumprir as exigências.

Portanto, será vetado das parcelas extras aqueles que conseguiram emprego formal, aposentadoria, pensão ou seguro-desemprego após receber o auxílio, e que tiver renda mensal acima de meio salário-mínimo por pessoa e renda familiar mensal total acima de três salários mínimos. Além disso, o valor deve entrar automaticamente na conta poupança do Caixa Tem. O auxílio deve chegar ao fim, então, após o último pagamento em dezembro.

 

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Calendário de pagamentos do Bolsa Família (NIS):

  • Número final de inscrição 1: receberão a partir de 17 de novembro;
  • Final de inscrição 2: receberão a partir de 18 de novembro;
  • Final de inscrição 3: receberão a partir de 19 de novembro;
  • Número final de inscrição 4: receberão a partir de 20 de novembro;
  • Final de inscrição 5: receberão a partir de 23 de novembro;
  • Final de inscrição 6: receberão a partir de 24 de novembro;
  • Número final de inscrição 7: receberão a partir de 25 de novembro;
  • Final de inscrição 8: receberão a partir de 26 de novembro;
  • Final de inscrição 9: receberão a partir de 27 de novembro;
  • Número final de inscrição 0: receberão a partir de 30 de novembro.

Assim, os beneficiários podem fazer o saque através do cartão do Programa Bolsa Família, Cartão Cidadão ou por crédito em conta da Caixa.

 

Quem pode receber o auxílio emergencial prorrogado?

Em suma, o pagamento das parcelas do auxílio emergencial extra considera a data em que o beneficiário fez a solicitação. Assim, quem se adiantou terá direitos a mais parcelas, seguindo o seguinte cronograma:

  • Assim, quem recebeu a primeira parcela em abril terá direito a mais quatro parcelas;
  • Quem teve o auxílio aprovado em maio vai receber mais três parcelas;
  • Aquele que recebeu a primeira parcela em junho, então, ganha mais duas parcelas;
  • Quem recebeu a primeira parcela em julho vai receber só mais uma parcela;
  • Por fim, quem pertence ao programa Bolsa Família vai receber todas as parcelas residuais de R$ 300.

 

Leia também:

Extensão do auxílio emergencial negado para Bolsa Família pode ser contestado

Renda Cidadã: quais as mudanças propostas pelo novo Bolsa Família?

Bolsa Família: quem tem direito?; confira guia completo

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes