Auxílio Mineiro 2021: como fazer cadastro para receber R$ 600

Pagamento de R$ 600 do auxílio emergencial de Minas Gerais começa dia 14; entenda o cadastro Auxílio Mineiro 2021, quem pode receber e quem tem prioridade

Como forma de compensar os impactos sociais e econômicos gerados pela pandemia de Covid-19, o governo do estado de Minas Gerais criou o “Auxílio Emergencial Mineiro”. Pagamento será de R$ 600 para mais um milhão de pessoas. Confira abaixo como funciona o cadastro Auxílio mineiro 2021, quem tem direito e o calendário de pagamento.

A medida havia sido aprovada ainda no começo do ano, porém, só será implementada neste mês de outubro. O intuito do governo estadual é promover o benefício como uma política assistencial de renda que reduza os impactos do fim do pagamento do auxílio emergencial de 2021 pelo Governo Federal e começará a ser paga na próxima semana, no dia 14 de outubro.

Como saber se eu vou receber o Auxílio Emergencial de Minas Gerais?

O pagamento será feito por família, independentemente da quantidade de membros no núcleo familiar. Assim, mesmo que uma família seja composta por oito integrantes e outra tenha apenas quatro membros, o benefício será pago uma única vez e com o mesmo valor para ambas as famílias. 

Para receber é preciso:

  • Ser inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico)
  • Ter renda familiar por pessoa de no máximo R$ 89 por mês

Contudo, conforme estruturação do benefício, somente serão aceitos pessoas registradas no CadÚnico até o dia 22 de maio de 2021. Ou seja, quem se cadastrou depois disso, não poderá receber o pagamento mesmo que se enquadre nos critérios de recebimento do benefício. 

Além disso, com intuito de amparar as famílias em maior vulnerabilidade econômica, núcleos familiares compostos apenas por mães solo e dependentes terão prioridade no recebimento. Aqueles que não recebem Bolsa Família ou outro auxílio assistencial também terão prioridade no auxílio mineiro. 

Como fazer o cadastro do auxílio mineiro em 2021?

Tendo em vista que não serão aceitos pessoas com inscrição no CadÚnico após o dia 22 de maio deste ano, não será necessário realizar cadastro Auxílio mineiro 2021. O pagamento será feito de forma automática em contas digitais para aqueles que se enquadrarem nos critérios de recebimento do auxílio emergencial de Minas Gerais. 

Pelo mesmo motivo, caso o cadastro dos beneficiários esteja desatualizado, estes podem enfrentar dificuldades no recebimento do auxílio mineiro, já que o pagamento será feito com base nos dados informados no cadastro no dia 22 de maio de 2021. 

Assim, os beneficiários devem ficar atentas à atual situação do cadastro, já que o pagamento será feito na conta digital da Caixa Econômica Federal da pessoa que foi cadastrada como Responsável Familiar no ato da inserção da família no CadÚnico. 

Nos casos em que tal pessoa não tenha conta digital ativa, a Caixa irá criar uma nova conta que poderá ser movimentada pelo aplicativo Caixa Tem. O governo de Minas Gerais lembra ainda que, em geral, o Responsável Familiar inscritos no CadÚnico é uma mulher com 16 anos ou mais. 

O pagamento será de forma escalonada tendo como base a data de nascimento do responsável familiar de cada núcleo familiar beneficiado pelo auxílio mineiro 2021. O benefício será pago em parcela única a ser liberada durante o mês de outubro deste ano. 

A liberação do benefício ocorrerá primeiramente para o grupo prioritário, composto por mães chefe de família e filhos e aqueles que não recebem outros repasses assistenciais como Bolsa Família.

Calendário pagamento do Auxílio Emergencial Mineiro em 2021

>> GRUPO PRIORITÁRIO:

Nascidos em Janeiro e Fevereiro: Pagamento dia 14 de outubro

Nascidos em Março e Abril: Pagamento dia 15 de outubro

Nascidos em Maio e Junho: Pagamento dia 18 de outubro

Nascidos em Julho e Agosto: Pagamento dia 19 de outubro

Nascidos em Setembro e Outubro: Pagamento dia 20 de outubro

Nascidos em Novembro e Dezembro: Pagamento dia 21 de outubro

>> PÚBLICO GERAL

Nascidos em Janeiro e FevereiroPagamento dia 22 de outubro

Nascidos em Março e AbrilPagamento dia 25 de outubro

Nascidos em Maio e JunhoPagamento dia 26 de outubro

Nascidos em Julho e AgostoPagamento dia 27 de outubro

Nascidos em Setembro e Outubro: Pagamento dia 28 de outubro

Nascidos em Novembro e DezembroPagamento dia 29 de outubro

Como fazer consulta do cadastro de quem tem direito ao auxílio mineiro?cadastro auxílio mineiro

Saiba como funciona o cadastro auxílio mineiro e como consultar quem recebe

A consulta para saber quem está elegível para receber o benefício pode ser feita de forma online, gratuita e em duas etapas. Confira tutorial abaixo:

  1. O cidadão deve buscar o site do auxílio criado pelo governo do estado de Minas Gerais, o www.auxilioemergencialmineiro.mg.gov.br
  2. Após acessar a página na internet, será necessário informar o Número de Identificação Social (NIS) ou o CPF.
  3. Depois disso, basta resolver a operação de matemática básica apresentada pela plataforma para contatar que o acesso está sendo feito por uma pessoa e não por uma máquina.
  4. Feito isso, o site irá consultar na base de dados e informará a situação do benefício, bem como os motivos pelos quais o pagamento foi aprovado ou recusado. O número da conta digital para qual o dinheiro foi enviado também será informado na consulta

Saque do auxílio emergencial de Minas Gerais

Toda movimentação financeira pode ser feita por meio do aplicativo Caixa Tem. Caso a família não tenha celular ou acesso a internet, o saque estará liberado nas agências da Caixa e também nas casas lotéricas. Para fazer o saque presencialmente será necessário apresentar o NIS, CPF e documento de identificação com foto

Nos casos em que o responsável familiar cadastrado no CadÚnico faleceu ou esteja impossibilitado de realizar o saque presencialmente, por motivo de saúde ou reclusão social, será preciso autorização judicial para que outro membro da família receba o auxílio mineiro. 

Para as situações de falecimento, o governo de Minas Gerais exigirá autorização judicial, mediante reconhecimento legal do óbito e transferência da responsabilidade sobre núcleo familiar para outra pessoa. Nos casos de internamento ou prisão, a exigência será de uma procuração pública com firma registrada em cartório. 

LEIA MAIS | Caixa Tem código para saque: veja como obter e receber seu auxílio

Mostrar comentários (1)

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes