Cédula de R$ 200 é lançada; veja detalhes da nova nota

A nota de R$ 200 entra em circulação nesta quarta-feira, 02. Segundo o Banco Central, a nova cédula “entrou para ficar” na economia brasileira.

A cédula de R$ 200 foi lançada pelo Banco Central (BC) no início da tarde desta quarta-feira (02), por transmissão ao vivo. Segundo o BC, serão impressas 450 milhões de unidades da nota até o final deste ano. Ademais, a nova nota gerará a circulação de aproximadamente R$ 165,9 bilhões, nos próximos cinco meses.

O lançamento da nota de R$ 200 atende a demanda por papel moeda, ocasionada pela crise sanitária da Covid-19. Acerca  disso, a diretora de Administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, explicou as necessidades da inclusão da cédula de R$ 200. “Se tem demanda da população por papel moeda, é papel do Banco Central atender. Isso não tem relação com a inflação.” E, ela acrescentou que a “inflação segue baixa e estável no nosso país”.

Cédula de R$ 200

A nota de R$ 200 entra em circulação ainda hoje, segundo o Banco Central. Sendo assim, foram apresentadas algumas características da nova integrante da segunda família do Real.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Cédula de 200 reais
Foto:Raphael Ribeiro/BCB

 

Principais características:

  • Representação do lobo-guará: o animal da fauna brasileira foi escolhido através de pesquisa do Banco Central, em 2001;
  • Cores personalizadas: cinza e sépia. Dessa forma, a cor acinzentada será a frente da nota e  verso, na cor sépia;
  • Tamanho: a nota de R$ 200 tem as mesmas dimensões da cédula de R$ 20, isto é, 142mm X 65mm.

Segundo Carolina de Assis Barros, a escolha do formato para a nova cédula se deve a necessidade de circulação do papel moeda. “Não havia tempo hábil para adaptação do parque fabril”, declarou na apresentação. Além disso, a diretora de administração do BC informou que “por ter tamanho preexistente, a adaptação dos equipamentos da rede bancária será rápida”.

Segurança da Cédula de R$ 200

200 reais
Foto:Reprodução

A cédula de R$ 200 possui elementos de segurança perceptíveis de forma sensorial, pela visão e tato, por exemplo. Dessa maneira, as cédulas falsas poderão ser identificadas por qualquer cidadão.

Confira-os, a seguir:

1. Auto-relevo

O auto-relevo é perceptível ao passar os dedos nos desenhos lateriais, isto é, sobre a linha de flores e frutos da lobeira. Além disso, o indicativo de segurança existe nos dois lados da nota de R$ 200. No anverso da nota, está sobre a  descrição “200 REAIS” e em “REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL”. Já no reverso, o auto-relevo aparece na representação do lobo-guará, na escrito “BANCO CENTRAL DO BRASIL” e no numeral 200.

2. Número que muda de cor

O número que indica o valor da cédula, disposto na parte superior direita, muda de cor conforme o ângulo de visualização da nota. Isto é, ao movimentar o papel moeda, pode-se observar uma barra brilhante e a mudança de cor, do azul para o verde.

3. Marca d’água

Para visualizar a marca d’água da nota de R$ 200, é necessário colocá-la contra a luz. Somente assim, é perceptível a imagem no lobo-guará, embaixo do numeral que indica o valor da cédula, no canto superior direito.

4. Número escondido

O número escondido também é um recurso de segurança contra fraudes da nova nota. Para isso, a descrição de 200 se encontra abaixo no numeral que muda de cor. Então, para idenficá-lo, basta colocar a nota contra a luz.

5. Marca tátil

A marca tátil está presente em todas as cédulas da segunda família do Real e varia conforme o valor da nota. Sendo assim, a cédula de R$ 200 terá três linhas diagonais no canto inferior direito.

Em suma, esse recurso auxilia os portadores de deficiência visual na identificação da nota.

 

Circulação da nota de R$ 200

Segundo o Banco Central, a nota de R$ 200 já foi distribuída nas capitais brasileiras. O montante de cédulas por cada região não foi anunciada, por ser uma informação sigilosa.

Contudo, as novas notas entram em circulação ainda nesta quarta-feira (02), por intermédio das instituições bancárias.

Além disso, a diretora de Administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros, declarou que a circulação da nova cédula ocorrerá de acordo com a demanda da população.

Carolina disse que a circulação da nova cédula já estava nos planos do BC há algum tempo.”Não é um solução temporária. A nota de R$ 200 veio para ficar.”

Informar Erro
Através da Banco Central

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes