Novo prazo para sacar o FGTS emergencial de R$1.045 começa hoje

Trabalhadores podem manifestar o arrependimento e requerer a liberação para a Caixa Econômica Federal, através do aplicativo FGTS

Nesta segunda-feira (7), os 15 milhões de trabalhadores que não fizeram a retirada dos valores tem novo prazo para sacar o FGTS emergencial de até R$ 1.045, e podem manifestar arrependimento. Assim, poderão requerer a Caixa Econômica Federal para liberar novamente o direito até o dia 31 de dezembro. O requerimento pode ser feito no aplicativo FGTS.

 

O que é o saque emergencial do FGTS?

A liberação do saque do FGTS emergencial aos trabalhadores foi uma das ações do governo para minimizar os impactos da pandemia. Assim, aqueles que possuem carteira assinada poderão sacar até R$ 1.045 de contas vinculadas ao fundo. Portanto, a liberação dos valores aconteceu conforme o mês de nascimento do trabalhador, e a transferência foi automática.

No segundo semestre do ano, a liberação aconteceu para 60 milhões de pessoas para compensar os trabalhadores da iniciativa privada que perderam renda ou tiveram redução de ganhos em razão da pandemia, segundo o Ig. No total, houve a liberação de R$ 37,8 bilhões. Cerca de R$ 7,9 bilhões ainda esperam os interessados.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Portanto, os valores que não foram movimentados tiveram o recolhimento no dia 30 de novembro. Dessa maneira, para retirar os recursos o trabalhador deve solicitar o saque pelo aplicativo.

 

Como sacar após o prazo?

Em suma, caso o trabalhador mude de ideia e decida retirar o dinheiro, ele pode sacar o FGTS emergencial após solicitar à Caixa Econômica Federal até 31 de dezembro. “Caso o trabalhador queira receber o valor, poderá realizar a solicitação pelo aplicativo FGTS até o dia 31/12/2020. O valor será creditado na poupança social digital e poderá ser movimentado pelo aplicativo Caixa Tem”, informou o banco.

Para receber o FGTS emergencial após o prazo dado de 30 de novembro, é preciso estar com os dados cadastrais atualizados. Os trabalhadores que ainda não receberam devem, então:

  1. Acessar o aplicativo FGTS;
  2. Complementar os dados cadastrais;
  3. Por fim, solicitar o saque dos valores, que serão creditados na conta poupança social digital.

Logo em seguida, irá informar o valor e a data de crédito. Porém, não existe uma segunda liberação para aqueles que já receberam os valores ou para aqueles que recusaram informando a Caixa. Os trabalhadores podem entrar em contato nos canais de atendimento, no aplicativo FGTS, site fgts.caixa.gov.br, Central de Atendimento Telefônico Caixa 111, opção 2 ou Internet Banking CAIXA.

 

Leia também:

Como antecipar o saque-aniversário do FGTS na Caixa Econômica?

Veja quais são mudanças previstas no FGTS para 2021

Fonte Ig

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes