Seguro-desemprego: veja se você tem direito e qual o número de parcelas

O seguro-desemprego é pago ao trabalhador com carteira assinada que foi demitido sem justa causa.

O seguro-desemprego é pago ao trabalhador com carteira assinada que foi demitido sem justa causa. Então, veja se você tem direito ao benefício e entenda como calcular o valor das parcelas.

Quem tem direito?

Em princípio, veja quem tem direito a receber o seguro -desemprego:

  • Trabalhador formal e doméstico, após demissão sem justa causa;
  • Trabalhador formal com contrato de trabalho suspenso em razão de participação em curso ou programa de qualificação profissional oferecido pelo empregador;
  • Pescador profissional durante o período do defeso;
  • Trabalhador resgatado da condição semelhante à de escravo.

- CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE -

Além disso, é necessário não ter renda própria que seja suficiente para manutenção de despesas e não receber benefício previdenciário de prestação continuada

Quantas parcelas devo receber do seguro-desemprego?

O número de parcelas varia de três a cinco, de acordo com a quantidade de meses trabalhados. Veja:

  • Para trabalhador que fez a primeira solicitação do benefício
  • 4 parcelas: para quem trabalhou de 12 a 23 meses nos últimos 36 meses;
  • 5 parcelas: para quem trabalhou ao menos 24 meses nos últimos 36 meses;
  • Para trabalhar que fez a segunda solicitação do benefício
  • 3 parcelas: para quem trabalhou de 9 a 11 meses nos últimos 36 meses;
  • 4 parcelas: para quem trabalhou de 12 a 23 meses nos últimos 36 meses;
  • 5 parcelas: para quem trabalhou ao menos 24 meses nos últimos 36 meses;
  • Para trabalhador que fez a terceira solicitação do benefício
  • 3 parcelas: para quem trabalhou de 6 a 11 meses nos últimos 36 meses;
  • 4 parcelas: para quem trabalhou de 12 a 23 meses nos últimos 36 meses;
  • 5 parcelas: para quem trabalhou no ao menos 24 meses nos últimos 36 meses;

Ademais, o governo colocou em discussão a possibilidade de criar parcelas extras do seguro-desemprego para esse ano.

Como saber o valor das parcelas do seguro-desemprego?

O valor do benefício é calculado de acordo com a média dos salários recebidos nos três meses anteriores à dispensa. O mínimo a ser recebido é o valor de um salário mínimo, R$ 1.045, e o máximo equivale a R$ 1.813,03.

Sendo assim, depois de calcular a média das últimas três remunerações deve-se usar uma dessas fórmulas:

  • Salário médio de até R$ 1.599,61: multiplica-se por 0,8 (80%)
  • Salário médio entre R$ 1.599,62 e R$ 2.666,29: multiplica-se por 0,5 (50%) e soma-se a R$ 1.279,69
  • Remuneração média acima de R$ 2.666,29: o valor da parcela será de R$ 1.813,03

A saber, essas contas valem para os trabalhadores formais. Os pescadores artesanais, empregados domésticos e trabalhadores resgatados, recebem R$ 1.045,00 por parcela.

Como solicitar?

O trabalhador pode solicitar o seguro-desemprego no site do Governo Federal. Bem como, pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital. Por fim, a solicitação presencial se faz em unidades da Superintendências Regionais do Trabalho, mediante agendamento prévio.

Informar Erro

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes