Teto do seguro-desemprego aumenta para R$ 1.911,84; saiba solicitar

Recebe o valor máximo nas parcelas do seguro-desemprego os trabalhadores com a média salarial acima de R$ 2.811,60, considerando a média salarial dos últimos três meses antes da demissão

Em 2021, o valor máximo ou teto das parcelas do seguro-desemprego aumentou de R$ 1.813,03 para R$ 1.911,84. São R$ 98,81 de diferença nos valores, reajustado automaticamente e em vigor desde a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que fechou 2020 com alta de 5,45%.

 

Quem recebe o teto do seguro-desemprego?

A quantidade de parcelas varia de três a cinco e o valor não pode ser menor que um salário mínimo, ou piso salarial, que neste ano ficou fixo em R$ 1.100. O cálculo das parcelas tem base na média salarial dos últimos três meses antes da demissão, e o teto do seguro-desemprego é pago a trabalhadores com a média salarial acima de R$ 2.811,60.

Em suma, caso o salário não tenha mudado durante o período dos últimos três meses de trabalho, a média será igual a essa quantia salarial. Veja como calcular os novos valores do seguro-desemprego 2021 de acordo com as faixas de salário:

  • Para remuneração média de até R$ 1.686,79: multiplica-se por 0.8 (80%);
  • Salário médio de R$ 1.686,80 até R$ 2.811,60: deve-se multiplicar o valor que passar de R$ 1.686,79 por 0,5 e somar com R$ 1.349,43
  • Remuneração média acima de R$2.811,60: valor das parcelas será de R$ 1.911,84

 

Como solicitar online

Geralmente, o trabalhador pode solicitar o benefício nas SRTE (Superintendências Regionais do Trabalho e Emprego), SINE (Sistema Nacional de Emprego) e outros postos credenciados pelo Ministério da Economia. Mas é possível solicitar o seguro-desemprego online nas opções:

Leia também

Saída da Sony do Brasil: quais produtos não serão vendidos?

Nubank libera pagamentos por aproximação em celulares…

- PUBLICIDADE -

  • Pelo site oficial gov.br/trabalho
  • Pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital

 

Site

  1. Primeiramente, acesse o site gov.br/trabalho e faça o cadastro;
  2. Acesse os serviços digitais para o seguro-desemprego;
  3. Na tela de serviços, aparece a opção que permite “requerer o seguro-desemprego”;
  4. Depois, então, clique em “solicitar seguro-desemprego”;
  5. Será necessário informar o número do Requerimento do seguro-desemprego;
  6. Clique em localizar e cheque as informações, regras legais, concorde com os termos de uso e clique em concluir;
  7. Por fim, confirme a solicitação do benefício.

 

Aplicativo

  1. Baixe o app “Carteira de Trabalho Digital”, disponível para Android ou IOS;
  2. Faça o cadastro no portal gov.br e, então, adquira “login” e senha;
  3. Clique em “Benefícios”;
  4. Assim, utilize o comando Solicitar na aba do Seguro-desemprego;
  5. Digite o número do Requerimento de Seguro-desemprego;
  6. Confirme as informações e clique no comando avançar ao final da tela;
  7. Na nova tela, então, estarão as informações relativas ao contrato de trabalho que terminou. E então leia e concorde com as informações antes de clicar em confirmar;
  8. Dessa forma, o aplicativo irá trazer informações sobre o processamento do seu benefício. Portanto, caso tenha direito ao seguro, você irá visualizar a quantidade de parcelas, com as respectivas datas de pagamento previstas para saque nos canais de pagamento.

 

Leia também:

Seguro-desemprego para doméstica: veja as regras e como solicitar

Governo deve avaliar junção do FGTS e seguro-desemprego

- PUBLICIDADE -

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja de acordo com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceito Mais detalhes