PIS/Pasep: valor dos pagamentos deve subir em 2021; veja quanto

A expectativa é de que o piso nacional sofra reajuste de R$ 1.045 para R$ 1.088. Caso a projeção seja confirmada, o PIS/PASEP terá acréscimos de R$ 43

Os valores dos pagamentos do PIS/Pasep a trabalhadores que atuam ou atuaram no regime de carteira assinada devem mudar em 2021 após reajuste do salário mínimo. A expectativa é de que o piso nacional sofra reajuste de R$ 1.045 para R$ 1.088. Caso a projeção seja confirmada, o PIS/PASEP terá acréscimos de R$ 43.

 

Como é feito o cálculo do PIS/Pasep?

O abono salarial é um benefício concedido ao segurado anualmente pela carteira de trabalho. Assim, tem direito aqueles registrados na CLT por, no mínimo, 30 dias e com a documentação atualizada no cadastro federal. Para saber quando irá receber, portanto, o trabalhador deve se guiar pelo calendário organizado segundo as datas de aniversário. O valor do abono deve variar conforme a soma do período trabalhado. Assim, considerando o valor atual do salário mínimo de R$ 1.045, os valores segundo os meses trabalhados são:

  • Quem trabalhou 1 mês deve receber, então, R$ 88,00;
  • Quem trabalhou 2 meses deve receber R$ 175;
  • Aquele que trabalhou 3 meses deve receber R$ 262;
  • Quem trabalhou 4 meses deve receber R$ 349;
  • Quem trabalhou 5 meses deve receber R$ 436;
  • Aquele que trabalhou 6 meses deve receber R$ 523;
  • Quem trabalhou 7 meses deve receber R$ 610;
  • Quem trabalhou 8 meses deve receber R$ 697;
  • Aquele que trabalhou 9 meses deve receber R$ 784;
  • Quem trabalhou 10 meses deve receber R$ 871;
  • Quem trabalhou 11 meses deve receber R$ 958;
  • Por fim, aquele que trabalhou 12 meses deve receber R$ 1.045.

 

Qual o novo valor do PIS/Pasep para 2021?

Se o valor do salário mínimo para 2021 for confirmado em R$ 1.088, os trabalhadores terão acréscimo de R$ 43 no benefício. Como o piso passará a valer em janeiro, terá direito ao acréscimo aqueles que receberem o valor a partir do mês. Dessa maneira, o teto do PIS/Pasep será de R$ 1.088, com o mínimo de R$ 90. Entretanto, a partir de julho de 2021 aqueles que permaneceram com o valor atual de R$ 1.045 já devem receber a nova rodada com o valor atualizado.

 

Como consultar PIS/Pasep no aplicativo

De acordo com a Caixa, o aplicativo permite o acesso a informações em poucos toques. É possível encontrar informações sobre PIS, abono salarial e seguro-desemprego, conferindo os calendários de pagamentos, consultar as parcelas, conferir os pagamentos e os extratos. Uma nova versão do aplicativo, mais atualizada, foi feita em 2020. Portanto, o usuário deve preencher com os dados pessoais como CPF, nome completo, data de nascimento, e-mail válido e senha. Dessa forma, para consultar o PIS/Pasep através do aplicativo “Caixa Trabalhador”, basta:

  1. Baixar e instalar o aplicativo Caixa Trabalhador no celular;
  2. Insira o número do NIS e toque em “acessar”;
  3. Na tela inicial, o aplicativo irá mostrar se há cora do PIS disponível para você. Para saber o valor, é preciso informar a senha de cadastro. Assim, use os atalhos na tela para recuperar uma senha esquecida ou efetuar um novo registro na Previdência Social.
  4. Por fim, na aba “Calendários” é possível saber os períodos de saque já divulgados.

 

Leia também:

PIS/Pasep: último lote de 2020 será pago em dezembro; veja o calendário

Saiba como consultar PIS/Pasep no aplicativo ‘Caixa Trabalhador’

Você pode gostar também
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.